Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Plantão 190

Mulher é agredida pelo marido com socos, chineladas e tem as orelhas mastigadas

17/03/2014 17h13 | Atualizado em: 17/03/2014 19h17

Marcelo Gris/GuaraíNotícias

Uma das orelhas machucadas pelas mordidas, não pode ser reconstruída

Da Redação
 

Uma mulher foi vítima de violência doméstica na cidade de Guaraí, região Noroeste do Estado. Ela foi agredida pelo marido com socos, chineladas e até pontapés. A vítima de 42 anos, também teve as orelhas mastigadas pelo companheiro com quem viveu por dois anos.

As agressões aconteceram no último dia 4 deste mês, mas a mulher recebeu alta do Hospital Regional do município nesta segunda-feira, 17, totalizando 13 dias de internação. Segundo informações a mulher deu entrada na unidade hospitalar muito debilitada. O rosto estava inchado, as orelhas com vários cortes por causa das mordidas e uma delas não tem como reconstruir.

O acusado é seu marido, João Batista Ramos, 54 anos, de acordo com informações ele estava alcoolizado quando cometeu as agressões e teria deixado a mulher machucada em casa e saído para trabalhar, como se nada tivesse acontecido. A vítima relatou que não é a primeira vez que sofre agressões e pensou que o agressor iria mata-la.

Segundo a Polícia Militar (PM) o suspeito ainda não foi localizado, e que após o registro da ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Guaraí, a Justiça emitiu uma medida protetiva de urgência, determinando que o companheiro se mantenha 500 metros distante da mulher.

Lei Maria da Penha

As medidas protetivas existem através da Lei 11.340/06, para assegurar a proteção das mulheres em casos de violência doméstica, proibindo que os agressores se aproximem das vítimas. 
 

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.