Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Plantão 190

Polícia identifica menor que ameaçou realizar massacre em escola

14/04/2019 20h55 | Atualizado em: 15/04/2019 12h02

Divulgação

Uma possível ameaça de ataque a uma escola da rede estadual de Araguaína, causou pânico, repercutiu nas redes sociais e mobilizou as polícias Civil e Militar este final de semana na cidade.

Tudo começou quando um adolescente de 14 anos conversava com um colega através do aplicativo WhatsApp e chegou a dizer que iria realizar um massacre em uma escola. “Vou matar todo mundo na segunda-feira. A vida cuspiu na minha cara. Chegou a hora de cuspir nela", disse na mensagem. O jovem ainda postou a foto de um revólver que segundo ele seria usado no crime. A unidade que supostamente seria o alvo da ação fica localizada no Bairro São João. 


Do outro lado, o colega conversava tentando convencê-lo de desistir: "Eu já fui tratado pior que você e nesse dia eu fiquei quase com depressão e mesmo assim eu não queria matar ninguém. Eu so ignorei aquelas pessoas que fizeram isso comigo e Deus me tocou”, argumentou.  

O fato foi denunciado e ainda na tarde de hoje a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência do menor. Segundo informações, ele teria dito que tudo não passava de uma brincadeira para ganhar o respeito dos colegas. 

O adolescente negou que tivesse um revólver e mostrou para os policiais o link de onde ele pegou a foto da arma postada no aplicativo. 
 
A polícia continuará monitorando o caso e o adolescente deverá responder pelo crime. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) também foi registrado na delegacia.

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.