Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Plantão 190

Passageira presa em flagrante, viajava com armas de uso restrito na bagagem

21/04/2019 18h51 | Atualizado em: 21/04/2019 19h19

Divulgação Polícia Civil

Pistolas de calibre restrito e alto poder de fogo são apreendidas pela Polícia Civil em Gurupi - DEIC-SUL

Policiais Civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), prenderam na noite deste sábado (20), em Gurupi região Sul do Estado, uma mulher de 20 anos flagrada com armas de uso restrito.

De acordo com o delegado Rafael Fortes Falcão, a ação foi deflagrada depois que as equipes da DEIC receberam informações de que uma mulher iria trazer armas e munições da cidade de Aparecida de Goiânia - GO para Gurupi – TO. Diante dos fatos, os policiais iniciaram diligências investigativas e descobriram que ela seria companheira de um preso da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Gurupi, preso também por ação da unidade especializada, em 1° de setembro de 2018, com 10kg de crack, 11kg de maconha e 1kg cocaína de alta pureza.

De posse das informações, os policiais civis montaram campana no Terminal Rodoviário de Gurupi e abordaram a mulher logo após seu desembarque. Após realizar uma minuciosa busca, os policiais civis localizaram na bagagem da suspeita: três pistolas calibre 9 mm, de uso restrito, sendo duas Glocks, modelo G17, com seletor de rajada e uma Zigana PX9, além de dois carregadores Glock de alta capacidade (30 munições), quatro carregadores Glock com capacidade para 17 munições, um carregador marca XD9 com capacidade para 18 munições, 100 munições calibre 9mm, 50 munições calibre .380, sete kits rajadas para pistolas Glock e vários instrumentos metálicos conhecidos como “miguelitos” e utilizado para furar pneus de veículos.

Diante dos fatos, a mulher foi conduzida até à Central de Atendimento da Polícia Civil de Gurupi, onde foi autuada por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Após as providências legais cabíveis, ela foi levada para uma cadeia feminina, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Para o delegado Falcão, a apreensão das três pistolas traz mais paz e segurança para a população da cidade, uma vez que se tratam de armas de alto poder de fogo e que poderiam ser usadas para a prática de crimes diversos, como homicídios e roubos a instituições bancárias. 

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.