Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína/TO
31ºmax
21ºmin
Palmas/TO
31ºmax
21ºmin
Gurupi/TO
31ºmax
21ºmin
Augustinopolis/TO
31ºmax
21ºmin
Dianópolis/TO
31ºmax
21ºmin
Banaias enxovais interno
VEJA O VÍDEO

Homem que agrediu mulher em bar tenta justificar ato de violência

02 dezembro 2018 - 20h30

Um caso de violência contra a mulher foi registrado na noite deste sábado (1º), em Araguaína, Norte do Estado, quando um homem atingiu o rosto da vítima com um copo de vidro. A mulher levou vários pontos no rosto.

O fato foi em um bar e restaurante da cidade onde a vítima participava de uma confraternização com amigos. Segundo testemunhas, ela foi ao banheiro acompanhada de algumas amigas mas o local estava com a porta trancada, o grupo bateu na porta e continuou esperando, momento em que a esposa do agressor abriu a porta e aparentemente alterada perguntou se havia algum problema e fechou a porta novamente. Ela estaria discutindo com outra mulher dentro do banheiro. Logo depois a esposa do autor saiu reclamando e voltou em seguida, dessa vez acompanhada do marido.

Imagens do circuito de segurança do estabelecimento gravaram o exato momento em que a esposa aponta para a vítima, o agressor se aproxima e atinge a mulher com um copo de vidro que foi lançado e quebrado no rosto dela. Logo depois disso o casal saiu do local.

Sangrando bastante, a vítima foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do setor Araguaína Sul onde precisou levar 10 pontos no rosto.

O ato de extrema violência teve repercussão nas redes sociais e provocou revolta. O autor foi identificado com Marcelo Alves Ferreira que trabalha como corretor de automóveis.

Depois de receber atendimento médico, a vítima foi à delegacia e registrou ocorrência, ela também foi submetida a exame do corpo de delito e o caso deve ser investigado.

Circula nas redes sociais, um áudio que supostamente seria do autor da agressão, onde ele conversa com um amigo e tenta justificar o que houve. Segundo ele, a vítima teria ofendido e empurrado sua esposa e por isso ele foi tomar satisfação: “As imagens não mostram, mas ela também me xingou”. Ele admite que agiu de cabeça quente e também que estava sob efeito de bebida alcoólica: “Por uma infelicidade eu atingi ela com aquele copo” disse afirmando que não é uma pessoa agressiva.

Ao Vivo