Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
EM BRASÍLIA

Halum deixa Seagro e assume cargo de secretário no governo Bolsonaro

19 junho 2020 - 09h14Por Norte Agropecuário

Portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) na noite dessa quinta-feira, dia 18, oficializou a nomeação de César Halum para o cargo de secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Ele substituirá Eduardo Sampaio, que assumirá a coordenação de secretarias de Agricultura do Estado.

A ida do secretário de Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Estado do Tocantins (Seagro) ocorre nesta sexta-feira, dia 19.

César Halum começará a trabalhar em Brasília na próxima segunda-feira, dia 22. O governador Mauro Carlesse busca um substituto para comandar a Seagro. Até o momento a exoneração de Halum na Seagro não foi publicada. O Norte Agropecuário apurou que a portaria assinada por Carlesse deve estar no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira.

Na tarde desta quinta-feira, dia 18, César Halum, aguardava uma agenda com o governador Mauro Carlesse. A amigos mais próximos, Halum declarou que iria "agradecer a confiança que ele depositou em mim e vou lutar muito para ajudar o nosso Tocantins".

Halum no Mapa

Com trânsito entre parlamentares e lideranças do agronegócio do país e acesso a autoridades do mundo árabe, importantes parceiros comerciais de produtos do campo brasileiro, Halum ocupará o segundo maior posto do ministério.

É subordinado diretamente à ministra Tereza Cristina. Sua função é assessorar diretamente a titular da gestão na formulação e desenvolvimento da política agrícola do país.

Ex-integrante da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e ex-presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Países Árabes na Câmara dos Deputados, Halum é o nome indicado pelo seu partido, Republicanos (antigo PRB), para o cargo.

Quem é César Halum

Natural de Anápolis (GO), César Halum, titular da Seagro desde fevereiro de 2019, é médico veterinário formado na Universidade Federal de Goiás em 1979. Chegou ao Tocantins em 1980, quando implantou os programas de controle de febre aftosa e de anemia infecciosa equina. Foi extensionista rural por cinco anos e em 1999 assumiu a presidência do Ruraltins. No órgão intensificou o Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), beneficiando mais de 40 mil produtores rurais com financiamentos.

Na política, foi vereador em Araguaína, deputado estadual, presidiu a Assembleia legislativa e foi deputado federal. Na Câmara, em Brasília, integrou a Frente Parlamentar da Agropecuária. César Halum foi vice-presidente do Parlamento Amazônico e presidiu a União Nacional dos Legislativos e Legisladores Estaduais (Unale). Também na Câmara, Halum presidiu o grupo parlamentar Brasil Países Árabes (São países compradores em potencial do Brasil).

AO VIVO