Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
CONTRA A COVID

"Não seremos cobaias de um desgoverno!", diz prefeita afirmando que manterá vacinação de adolescentes

17 setembro 2021 - 09h33Por Redação

Após o anúncio da decisão do Ministério da Saúde (MS) em suspender a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos contra a Covid, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), se manifestou nas redes sociais afirmando que manterá a imunização dessa faixa etária. A decisão da gestora também vai na contramão do Estado que em nota confirmou que acompanhará a decisão do Ministério seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI). 

Recuo

Depois de recomendar a vacinação de adolescentes no início de setembro, o Ministério da Saúde recuou esta semana indo contra a própria decisão favorável à imunização desse público-alvo. Em coletiva de imprensa ontem (16), o Ministro Marcelo Queiroga disse que a decisão de vacinar adolescentes foi "intempestiva".

Batendo o pé

Revoltada com a mudança anunciada pelo Ministro, a prefeita da capital soltou o verbo em seu perfil no Twitter:

"Como assim? O Ministério da Saúde 'agora' recomenda a não vacinarem os adolescentes sem comorbidades? É muita desorganização esse PNI. Toda hora ajustará no meio do caminho 'o que pode ou não pode', sem contar os desafios de lidar com a falta de imunizantes. Tá osso!", desabafou a prefeita acrescentando em um novo post que manterá a imunização dos adolescentes: "Não seremos cobaias..."

 

 

Outros Municípios

Depois da mudança, a prefeitura de Gurupi chegou a confirmar que manteria o cronograma de vacinação de adolescentes de 13 anos nesta sexta, mas ainda ontem depois que o Estado se manifestou afirmando que seguirá os critérios do MS, voltou atrás e decidiu suspender a vacinação desse público sem comorbidades. 

Já em Araguaína, o município afirma que aguarda nota técnica do Ministério da Saúde e enquanto não houver comunicado oficial, continuará imunizando adolescentes.

AO VIVO