Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
Ethos Comunicação
Assembleia Legislativa
POLÊMICA

Secretário de Governo fala sobre erros nos projetos enviados à Câmara

15 fevereiro 2011 - 11h35

Da Redação


Na sessão de ontem, 14, na Câmara Municipal, o Executivo foi duramente criticado pelos vereadores, que apontaram questões como a falta de transparência da gestão com relação aos projetos enviados para a aprovação da Casa.



Controvérsias
Respondendo à análise negativa feita pelos vereadores, o secretário de Governo, Zildomar Dias de Almeida, em entrevista ao Portal O Norte contesta o posicionamento e afirma que o que realmente falta é comunicação, argumentando que os projetos são protocolados após uma prévia discussão com a maioria dos vereadores e a própria Mesa Diretora. Porém, contradizendo suas próprias palavras, Zildomar Dias, declara que os projetos que causaram polêmica ontem na Câmara, foram protocolados sem essa discussão prévia o que foi alvo de reclamação dos vereadores.

Contratação de servidores
Um dos projetos retirados da votação pelo líder do Governo Municipal na Câmara, Mané Mudança (DEM), tratava da contratação de servidores para a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, que tem como gestor, Jota Patrocínio. O vereador Gideon Soares (PMDB) questionou a falta de detalhes especificamente voltados para o número de cargos que seriam criados como o fato de não serem mencionados, os valores salariais dos futuros servidores. Em suas palavras Gideon observa que dar esse poder ao Executivo de aprovar um contrato nessas circunstâncias “É como assinar um cheque em branco”.

Tendo em vista as questões levantadas pelo vereador Gideon Soares, o secretário admite que realmente faltou clareza na apresentação dos dados do projeto, mas explica que não se trata de uma contratação irresponsável e fala sobre a necessidade de técnicos qualificados na Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação: “A intenção é que a Secretaria tenha condição de contratar técnicos qualificados. Reconheço que o projeto em si faltou detalhes mas irei me reunir com os responsáveis para resolver a questão”.

Permuta de loteamento
Outro projeto que causou polêmica na Câmara foi o nº 069/10, que trata da doação de um loteamento no Parque Sonhos Dourados. Além dos erros gramaticais ironicamente apontados pelos pares da Casa, o projeto foi apresentado para a votação com uma divergência relacionada ao parecer desfavorável que o Procurador do Município, Dr. Roberto Urbano, apresentou sobre o projeto, que mesmo assim, foi encaminhado para ser votado na Câmara. O vereador, Aldair da Costa (PR), o Gipão, detectou a contradição e o projeto foi retirado da votação por Mané Mudança. Sobre o caso, Zildomar Dias, não soube explicar como um projeto que teve a desaprovação da Procuradoria chegou até a Câmara e garantiu que buscará saber quem foi responsável pelo envio do projeto.


 

AO VIVO