Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
Ethos Comunicação
Assembleia Legislativa

Vereadores articulam candidatura á presidência; Gipão deve ser o escolhido

25 outubro 2010 - 11h36

A eleição para a presidência da Câmara de Vereadores de Araguaína está prevista para o dia 15 de dezembro e apesar de ainda estar um pouco distante a disputa do pleito, já podemos observar articulações sobre possíveis presidenciáveis. Atualmente, dois nomes declararam interesse em se candidatar ao cargo de presidente da Câmara: Gideon Soares (PMDB) e Divino Bethânia Júnior (PP), além da possível candidatura do vereador Gipão (PR). A equipe de reportagem do portal o Norte foi até a Câmara para tomar conhecimento das mais recentes movimentações da a respeito da eleição.


Gideon Soares

Gideon Soares é presidente da UVT (União dos Vereadores no Tocantins) e atual vice na chapa de Elenil da Penha (PMDB). Na eleição anterior, Gideon colocou-se como candidato, porém não prosseguiu, abandonando a disputa pra apoiar o atual presidente e fazer parte de sua chapa como vice. Agora, Gideon disponibiliza mais uma vez seu nome como candidato à presidência e garante ter experiência suficiente para administrar a Câmara nos próximos dois anos. “Eu sei que outros nomes surgirão e devemos respeitar, mas posso afirmar que Já temos uma experiência necessária pra contribuir com a casa. No entanto, estamos articulando a definição do grupo para poder administrar a Câmara Municipal”, disse.

Questionado a respeito dos apoios à sua candidatura no seu grupo, Gideon não descarta a possibilidade de surgir outro nome para a disputa. “Nós temos um grupo de sete vereadores enquanto o outro grupo tem quatro: Gipão(PR), Terezona (PTB), Betânia (PP) e Gerônimo Cardoso (PMDB), porém, não quer dizer que temos unanimidade. Então, vamos discutir dentro do grupo o apoio ou até mesmo a indicação de um outro possível candidato.


Bethânia Júnior

O segundo nome é o do vereador pelo primeiro mandato Divino Betânia Júnior (PP) que apesar de ter pouca experiência no Legislativo Municipal se diz pronto para concorrer como candidato à presidência. “Considero-me apto a exercer ao cargo de presidente, no entanto, estamos tratando de uma conjuntura política, então primeiramente vamos ouvir as lideranças. Estamos trabalhando para poder consolidar uma idéia, o PP é base do governador eleito Siqueira Campos (PSDB) e fui contra a linha de apoio do meu partido nas eleições, mas o meu nome está disponível para a apreciação deles e se eles acharem conveniente será uma grande honra trazer uma nova visão para a Câmara Municipal de Araguaína. Até então, apoiaremos o que o consenso nos mandar" , afirma o vereador.


Gipão

Outro nome que se discute nos bastidores e que provavelmente será candidato também é o do vereador Aldair da Costa Gipão (PR), que até o momento não se colocou como candidato, mas movimenta-se nos bastidores para uma possível candidatura.

Dentre os prováveis candidatos, Gipão é um nome com grande consistência, por vários motivos: um deles é que ele já tem experiência, foi presidente da casa e seu grupo político acaba de eleger o governador Siqueira Campos (PSDB)  que, como sabemos, tem grande influência na escolha do presidente, primeiro porque está com a “caneta na mão” e os vereadores, principalmente neste início de mandato do futuro Governador, não irão querer se indispor com ele. Outro motivo, é que o prefeito democrata, Valuar Barros não costuma interferir em decisões da Câmara, não sabemos se por motivo pessoal ou até desprestígio político.

Outro grupo formado pelo vereador Mané Mudanças (DEM), Jorge Frederico (PMDB) e o vereador Baldão (DEM), segundo as palavras do vereador Mané em entrevista ao Portal O Norte, “continua unido”, porém nenhum deles se manifestou quanto à disputa do pleito na Câmara de vereadores da cidade, haja visto que o grupo foi derrotado na última eleição pela chapa de Elenil da Penha, que por falar nisso, foi bastante conturbada: Jorge Frederico, às vésperas da eleição era tido como eleito, mas de última hora houve articulações e terminou unicamente com os apoios de Baldão e Mané e os demais vereadores apoiaram Elenil.

O vereador Gipão comentou ser provável que nesta eleição não haja disputa, “tudo indica que o próximo presidente da Câmara será eleito por aclamação” disse. O nome mais cotado para se tornar presidente é o do próprio vereador Gipão por todos os motivos já citados, além disso, Gipão demonstra ter maior articulação entre os vereadores da casa. Ele já tem o apoio declarado dos vereadores Terezona e Gerônimo Cardoso. Além do apoio do senador João Ribeiro (PR) que é presidente regional de seu partido.


AO VIVO