Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
Clique Wizard 300x250
POLÊMICA NA CÂMARA

“Melhor ocupar o cargo por poucos dias do que perdê-lo por ter sido cassado”

22 novembro 2011 - 16h59

Da Redação


Um requerimento de Jorge Frederico (PSDB) provocou polêmica na manhã desta terça-feira, 22, na Câmara Municipal de Araguaína, quando o vereador propôs uma Moção de Aplausos ao governador do Estado em exercício, João Oliveira (PSD).

Pedindo um aparte, o presidente da Casa, Elenil da Penha (PMDB), criticou a Moção afirmando ser “desnecessária, sem futuro!”

Na oportunidade o vereador Geronimo Cardoso (PSDB) rebateu o posicionamento de Elenil: “Senhor presidente! Ainda bem que as decisões do mundo não são avaliadas, nem discutidas nem planejadas pela vossa excelência, porque o que você pode achar sem futuro, pode não ser para outras pessoas”.

Na sequência, Elenil da Penha alfinetou citando uma frase de Willian Shakespeare “Ó beleza! Onde está a tua verdade?”

Em resposta à crítica de Elenil, o autor do requerimento, Jorge Frederico questionou o posicionamento do presidente, ressaltado ser infundado e sem argumento. “Gostaria de ouvir porque o senhor acha sem futuro a Moção. Falar de uma moção ao governador do Estado da boca pra fora é fácil!”

Imediatamente Elenil respondeu que não devia explicações nenhuma e o autor é quem deveria apresentar os argumentos plausíveis. “Quem tem que explicar é vossa excelência que é ligada ao grupo do governador Siqueira, se tem alguém aqui que não precisa explicar nada sou eu!”

Em seu aparte, Frederico esclareceu que a Moção foi proposta em vista da posse de João Oliveira como governador nos próximos doze dias enquanto Siqueira Campos está em viagem com sua comitiva ao Japão.

Parabéns pela grande Moção”, ironizou Elenil completando ainda “Lá no Japão é só o que vai ser comentado”.

Apimentando o fim da discussão, Jorge pontuou: “Melhor ocupar o cargo por poucos dias do que perdê-lo por ter sido cassado”, disse Jorge Frederico remetendo-se ao mandato do então governador Marcelo Miranda, aliado político de Elenil.

AO VIVO