Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
20ºmin
COLUNA

Vitrine Cultural

por Vitrine Cultural
FEIRA LITERÁRIA

Palestras internacionais focam Meio Ambiente

01 agosto 2011 - 08h57

A Flit - Feira Literária Internacional do Tocantins - é mesmo um caldeirão de diversidade e informação. Além de literatura, poesia, teatro, cinema, dentre outras manifestações artísticas e culturais, há espaço, também, para discussões primordiais para a sociedade, como Meio Ambiente. Nesta segunda-feira, 1°, a preocupação com o Meio Ambiente e assuntos relacionados, como emissão de gases de efeito estufa e programas de política do Meio Ambiente bem sucedidos realizados na Inglaterra, deverão nortear as palestras dos ingleses Bernard Keller e Nicola Steen, no Auditório Juarez Moreira.

Bernard Keller é graduado em Matemática e Línguas e tem mestrado em Economia e Política do Meio Ambiente, feito na Imperial College London, Reino Unido. Tem ainda pós-graduação em Física e Computação, com ênfase na física nuclear e computação quântica, pela Gerhard-Mercator, Universidade da Alemanha. Trabalha no Mercado Pan Energia, empresa de comércio dinâmico que incide sobre as emissões de metais e gás, em Londres. A palestra de Bernard começa às 10h.

Em seguida, é a vez de Nicola Steen, às 11h30, também, no Auditório Juarez Moreira. Nicola desde 1989 trabalha com emissões de gases de efeito estufa, quando atuou como assistente do Dr. Michael Grubb no Programa Energia e Meio Ambiente no Instituto Real de Assuntos Internacionais, em Londres. Em 2005, ganhou um prêmio por ter introduzido gás de efeito estufa no comércio de emissões para a indústria da eletricidade.

Guiné
Ainda nesta segunda-feira, outra palestra internacional movimenta a Flit, com o tema Guiné Bissau e a Nova Literatura, com Abdulai Sila, no Auditório Juarez Moreira Filho, às 16h. O palestrante é engenheiro eletrônico formado pela Universidade de Dresden (Alemanha), economista e investigador social.

Em Guiné, é considerado uma das mais destacadas vozes da literatura contemporânea e iniciador de uma corrente ficcional original, sendo autor do que é considerado o primeiro romance guineense, Eterna Paixão. Abdulai Sila foi co-fundador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas; co-fundador da primeira editora privada, a Ku Si Mon Editora e co-fundador da revista cultural Tcholona. (Da Ascom Seduc)

AO VIVO