Palmas
30º
Araguaína
30º
Gurupi
28º
Porto Nacional
27º
PROCESSO SELETIVO

Espol divulga resultado final da seletiva para a Força Nacional de Segurança Pública

27 janeiro 2024 - 11h39

A Escola Superior de Polícia (Espol) divulgou nessa quinta-feira, 25, o resultado final do Cadastro Classificatório para a Força Nacional de Segurança Pública. O desempenho dos oito policiais civis que participaram do processo seletivo pode ser conferido no Boletim Interno n° 575, da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Tocantins (SSP/TO), edição dessa quinta-feira, 25.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

“Cumprimos todas as etapas do cadastro classificatório e, a partir de agora, todos estão aptos a compor a Força Nacional e serão chamados conforme a necessidade do Ministério da Justiça”, destacou a diretora da Espol, delegada Heloísa Helena Godinho.

A seleção, composta por três etapas, consistiu da análise de documentação, exames médicos e Teste de Aptidão Física (TAF). Esta última etapa foi realizada nos dias 22 e 23 de janeiro, em Palmas, composta por exercícios de corrida, flexão, abdominal, natação e flutuação. 

Dentre os policiais civis aptos está o delegado regional de Dianópolis, Márcio Duarte Teixeira, que já participou da Força Nacional no ano de 2005. “Estou muito entusiasmado, pois é uma oportunidade única para troca de experiência e vivência com colegas de outras unidades da federação. Para mim, será um retorno, porque já fiz parte da Força Nacional como policial militar do Distrito Federal e, agora, tenho a oportunidade de voltar. A minha expectativa é de bem representar a Polícia Civil do Tocantins, como outros colegas já fizeram, além de aprimorar conhecimentos técnico e profissional”, destacou o delegado que tirou nota 100 no TAF.

A agente de polícia Silvana Ferreira Dias de Souza, que atua na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Conflitos Agrários (Demag), também tirou nota máxima no TAF e considerou que a participação no processo seletivo foi uma experiência enriquecedora e desafiadora. “Completando 15 anos de polícia, é com grande honra e gratidão que expresso meu mais profundo agradecimento a Deus por ter sido selecionada de forma igualitária para integrar a Força Nacional. Vencer essa etapa representa não apenas uma conquista pessoal, mas também um compromisso renovado com o serviço e a dedicação à nossa profissão, também uma forma de reconhecimento profissional. Estou imensamente grata pela oportunidade de poder servir ao meu país de uma maneira tão significativa”, ressaltou.