Palmas
26º
Araguaína
24º
Gurupi
23º
Porto Nacional
26º
BEM ESTAR

Aulas de teatro gratuitas estimulam autoestima de idosos em Araguaína

27 agosto 2022 - 07h23

A aposentada Ivete Nascimento Magalhães de Moraes, de 72 anos, que faz parte da primeira turma de alunos da UMA (Universidade da Maturidade de Araguaína), de 2013, resume bem o poder da arte na vida das pessoas. Ela faz parte das aulas de teatro gratuitas ofertadas por uma parceria entre a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer de Araguaína com a UMA. 

“Na idade que estou, a gente não imagina o potencial que a gente tem, a gente não acredita em nós mesmos, mas aí aparecem essas aulas e renovam nossa vida”, contou a idosa.

Todas as segundas e quartas-feiras, um grupo de 30 alunos da melhor idade se reúne na sala de ensaios da Praça CEU (Centro de Esportes Unificado), no Setor Araguaína Sul, para aprender a como se comunicar melhor e manter a mente ativa a partir da expressão artística.

“Esse projeto tem a função de colocar os idosos para falar do seu cotidiano, das suas dificuldades, porque o teatro é essa ferramenta de formação e transformação. A partir da vivência dos alunos, a gente constrói as dinâmicas, pequenas cenas que funcionam como um canal de comunicação em que eles possam falar sobre o que os afligem, a esperança que eles têm da vida”, explicou o professor de teatro Luiz Navarro.

 Expandindo os horizontes

 A também aposentada Margarida Vieira Negrão, de 77 anos, é aluna da UMA desde 2014 e conta que as aulas de teatro tiveram um grande impacto no dia a dia dela.

“A minha mente se desenvolveu mais, está mais aberta, eu passei a compreender melhor as coisas. Isso aqui é ótimo, é excelente. E todo mundo está gostando, até a frequência dos alunos aumentou por causa do teatro”, disse Margarida.

Colocando em prática

Um dos exercícios de criatividade mais usados nas aulas de teatro é reunir os alunos em pequenos grupos e propor para eles criarem pequenas cenas, chamadas de esquetes, sobre o cotidiano.

Em uma das aulas, o desafio foi simular um casamento que foi interrompido com a chegada de uma amante. Os alunos tiveram apenas alguns minutos para combinar a história, porque a ideia é estimular a criatividade a partir da improvisação.

“A gente não imagina o que é o teatro e o professor fez com que nós, idosos, ficássemos tão felizes que cada aula é uma novidade para gente. É extraordinário”, ressaltou a aluna Ivete.

Para o final deste ano, o objetivo é preparar os idosos para uma apresentação teatral maior para o público, encerrando o semestre letivo. Neste primeiro momento, as aulas são destinadas aos alunos da UMA, mas o projeto é que, em meados de setembro, a Prefeitura abra vagas para novas turmas.

Uma vida mais feliz

Mais do que ser um momento de descontração e aprendizado artístico para os idosos, as aulas de teatro têm a capacidade de influenciar diretamente o bem-estar dos alunos.

O professor Luiz lembra que as interações trabalham a autoestima, memória e criatividade dos participantes, inclusive com momentos de atividade física, uma atividade terapêutica.

“Eles têm muita vontade e acreditam naquilo que estão fazendo e construindo. E a gente não está aqui para transformar essas pessoas em atrizes e atores, mas queremos mostrar um caminho para que eles possam se comunicar e serem felizes”, reforçou o professor.