Palmas
29º
Araguaína
29º
Gurupi
30º
Porto Nacional
31º
"O DIÁRIO DE ANA"

Cineasta tocantinense lança documentário no Cine Teatro nesta terça

05 setembro 2022 - 15h00

A Pracinha da Cultura recebe na próxima terça-feira, 6, a pré-estreia do documentário ‘O Diário de Ana’ de Nival Correia. O filme abre a programação do projeto ‘De Papo com Cineastas na Pracinha’, projeto promovido pela Fundação Cultural de Palmas (FCP), que vai levar cineastas locais para falar sobre seu trabalho com os frequentadores do local. 

O ‘De Papo com Cineastas na Pracinha’ tem como finalidade discutir temáticas sobre como o audiovisual pode registrar a cultura e o cotidiano da cidade. “Uma oportunidade de conhecer quem faz e quem conta as histórias da cidade de Palmas, no folclore, no teatro, na vida, na saúde e na arte”, ressalta a gerente dos Espaços de Entretenimento da FCP, Elisângela Dantas.

O Diário de Ana

‘O Diário de Ana’ abre também as ações alusivas ao ‘Setembro Amarelo’, mês de prevenção ao suicídio. O filme foca o valor da vida e os desafios que podem levar ao suicídio. O documentário recebeu apoio da Fundação Cultural de Palmas, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura – 2019.

De acordo com o diretor e roteirista do documentário, Nival Correia, o filme não aborda a morte propriamente, mas a vida dos jovens frente aos desafios deste século. A produção foi iniciada em julho de 2018 e conta com entrevistas de psicólogos, jornalistas, acadêmicos, religiosos, atletas e artistas, que falam sobre importância e valores da vida humana em relação aos casos de suicídio em Palmas. Assuntos como bullying, racismo, intolerância são abordados de forma documental e dramática, buscando uma abordagem sensitiva e suave, com uma fotografia mais sensível e personalidade na luz, sons e ruídos. 

Sinopse

‘O Diário de Ana’ tem como principal personagem Dáleth Jeovana, uma  jovem negra, ativista e acadêmica do 5º período de  jornalismo de Tocantins que lutava pelos direitos de jovens e mulheres negras. Foi jovem aprendiz do programa Renapsi e fazia parte da equipe do site Gazeta do Cerrado. Dáleti faleceu vítima de suicídio no dia 22 de outubro de 2017.

O documentário retrata a história de jovens brasileiros que tiveram a vida interrompida pelo suicídio. Apesar da morte ser um divisor, a leitura da série não discorre sobre a morte, mas sobre a vida e seus desafios. O documentário foi gravado em Palmas, é dirigido por Nival Correia e tem produção da Fábrica Produções em parceria com o Ponto de Cultura ‘Telas em Cena’. 

Acessibilidade

O longa passou por legendagem em inglês e espanhol, além de acessibilidade, com legendagem descritiva, libras e audiodescrição. 

O Diretor

Nival Correia dirigiu recentemente a série de ficção 'O Boneco de Barro e o Rei' para a TV Brasil, dirigiu a série 'Amazon Fashion' para o Canal Fashion TV, fez direção de produção do longa 'Sol da Bahia' para o canal CinebrasilTV e dirigiu o curta metragem 'Menina Bonita de Tranças'. 

Ficha Técnica

Direção e roteiro: Nival Correia
Direção de Fotografia: Celso Rezende
Som Direto: Paolo Magalhães
Produtor: Pablo Pereira
Edição: Elton Abreu
Produtora: Fábrica Produções