Palmas
26º
Araguaína
24º
Gurupi
23º
Porto Nacional
27º
CERIMÔNIA

Em Araguaína, 160 mulheres são certificadas pelo projeto "Força Mulher"

02 setembro 2022 - 15h08Por Ascom

“Não tínhamos condições de pagar por esses cursos e surgiu a oportunidade com o Força Mulher. Estou muito feliz com a formatura. O Sebrae e a Prefeitura foram muito importantes neste processo”, este é o relato da indígena moradora da Aldeia Xambioá, no município de Santa Fé do Araguaia, Nayane Karajá, que trabalha com a venda de bolos. Sua voz representa a de mais cinco indígenas que realizaram o curso “Lucre com o sabor – bolos, doces e cup cakes”, além de outras 156 mulheres de Araguaína e região, diplomadas em diversos cursos na noite desta quarta-feira,31, pelo projeto.

A cerimônia, que ocorreu no Tatersal do Sindicato Rural de Araguaína, contou com o momento da entrega dos canudos, certificados e os kits profissionais custeados pelo projeto. As mulheres realizaram cursos sócio profissionalizantes nas áreas de gastronomia, beleza e serviços no setor da construção civil.

Moisés Gomes, diretor superintendente do Sebrae Tocantins, destacou mais uma vez a relevância do trabalho realizado pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Estudei sobre o assunto e vi que é o Cras quem busca ajuda para as famílias, onde muitas vezes, tem uma mulher como principal provedora. Então o Sebrae, a partir desta visão, começou a se dedicar a uma ação que vinhesse a contribuir. Buscamos parcerias junto ao Senac e Senai e hoje temos o Força Mulher, um projeto de sucesso e em ascensão”, enfatiza.

O gerente do Senai - Cetec de Araguaína, Evandro Rodrigues, detalhou o orgulho da instituição em fazer parte de um projeto pensado com tanto cuidado. “Encontramos no Força Mulher algo muito gratificante: a qualidade e dedicação de cada profissional que realizou as capacitações. Sem contar a participação ativa e a dedicação das alunas que foi algo espetacular”, frisa.

Larissa Bastos representou o Senac na solenidade, e pontuou a importância do projeto na vida das mulheres. “Nossa missão é educar da melhor forma para a realização de trabalhos com qualidade. Hoje, vendo o resultado de nossos esforços, a sensação é de gratidão”, finaliza.