Palmas
28º
Araguaína
31º
Gurupi
33º
Porto Nacional
29º
'JOVEM EMBAIXADOR'

Estudante tocantinense compartilha experiência de intercâmbio nos EUA

26 julho 2022 - 14h44

Viver uma experiência inesquecível foi o que aconteceu com o estudante Gustavo Brito de França, 17 anos, aluno da Escola Estadual Justino de Almeida, de Taguatinga, que representou o Tocantins no Programa Jovens Embaixadores. Ele e mais 49 jovens fizeram uma viagem aos Estados Unidos, no período de 2 a 18 de julho.

Gustavo fala das aprendizagens. “Foram semanas maravilhosas porque em todos os momentos eu estava ao lado de pessoas com grandes sonhos e objetivos parecidos com os meus. Então, percebi que eu posso fazer tudo o que eu sonho”, frisou. E entre as coisas que lhe impressionaram está a arquitetura da cidade. “É algo lindo que me surpreendeu porque é bem diferente daqui”, ressaltou.

Gustavo ficou inicialmente, cinco dias em Washington, depois passou nove dias em Chicago e retornou para Washington, onde ficou mais três dias. E na programação, os estudantes passearam pela cidade, participaram de oficinas sobre liderança e empreendedorismo e conheceram projetos de impacto social e participaram de reunião com representantes do Governo dos Estados Unidos.

E nas cidades que visitaram, os estudantes conheceram projetos de empreendedorismo jovem, visitaram escolas, tiveram a oportunidade de fazer apresentações sobre o Brasil e fortalecer o perfil de liderança.

E no que se refere às aprendizagens sobre o país, Gustavo destacou alguns pontos. “Eu diria que foi uma grande surpresa o fato de não ser um país perfeito, como todos pensam. Mas é, com certeza, um país muito mais evoluído e organizado que o nosso. Eu gostei bastante de visitar pontos turísticos e saber mais sobre a história dos Estados Unidos e de ter contato com iniciativas sociais e conhecer as pessoas que fazem essas ações funcionarem lá”, comentou.

Gustavo compartilhará sua experiência e aprendizagens na escola e em outras instituições.

O Programa Jovem Embaixador completou 20 anos e desde 2003, beneficiou 698 jovens brasileiros. É uma ação realizada pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, junto ao Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed) e as Secretarias de Educação dos Estados.