Palmas
21º
Araguaína
26º
Gurupi
22º
Porto Nacional
21º
MOSTRA DE OBRAS

Festival audiovisual está com inscrições abertas no Tocantins

10 maio 2024 - 09h47

Contemplado no edital Audiovisual Tocantins 2023, o Festival Pensamento-Cinema10: Mostra de obras audiovisuais e conferência acadêmica de pesquisas sobre o audiovisual recebe inscrições para curtas-metragens e apresentação de pesquisas sobre a temática. Com recursos oriundos da Lei Paulo Gustavo (Lei Complementar nº 195, de 8 de julho de 2022), o projeto foi selecionado no módulo I da categoria Capacitação, no valor de R$ 200 mil. Os interessados podem se inscrever na Plataforma Even3 até 26 de maio.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

O festival chega a sua décima edição e ocorrerá nos dias 16 e 18 de agosto, no cinema do Centro de Atividades Sesc, em Palmas. A iniciativa conta com duas modalidades de inscrições: comunicações acadêmicas e curtas-metragens inéditas no Tocantins, finalizadas após 1° de janeiro de 2021. Serão selecionadas 15 propostas em cada categoria e, pela primeira vez, o festival abre inscrições para participantes de todo país, aumentando o alcance do debate acadêmico sobre cinema. Aos participantes que não moram na capital, o evento pagará o custo de passagens e hospedagem.

A partir da exibição de obras audiovisuais, o festival reúne amantes do cinema e acadêmicos em um espaço propício ao debate e reflexões teóricas desde a primeira edição. Idealizado pelo professor de filosofia, Leon Farhi Neto, o projeto começou a partir da ideia de juntar as reflexões, o pensamento acadêmico, a pesquisa, o estudo e o audiovisual.

Para o proponente e diretor do festival, Gustavo Henrique, o apoio da Secult e da Lei Paulo Gustavo ajudou a expandir ainda mais essa ideia, que é “trazer um diálogo amplo do Tocantins para o Brasil como um todo”, destaca. Além disso, o projeto também contará com oficinas voltadas aos estudantes de cursos técnicos e de graduação de Palmas. “Teremos, ao menos, 10 bolsas de R$ 300 para esses estudantes acompanharem o evento e fazerem registros poéticos, anotações e vídeos com suas câmeras de celulares”, explica.

Com apoio do Coletivo de Estudos das Diversidades Audiovisuais - Outrocampo, a iniciativa contará com os professores doutor Marco Túlio e doutor Sérgio Soares (UFT), do cineasta Túlio de Melo e do montador Leandro de Alcântara. A chamada para as inscrições e seleção dos estudantes bolsistas ocorrerá em junho. Além do Governo do Tocantins, por meio da Lei Paulo Gustavo, o festival conta com apoio do Sesc Tocantins e da Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da Revista Perspectivas, do Programa de Pós-Graduação em Filosofia.

Em agosto, o evento será aberto ao público para contemplar e participar ativamente do debate no que tange o cinema tocantinense e brasileiro. Mais informações podem ser encontradas nas redes sociais ou por meio do contato: [email protected].

Sobre o proponente

Desde 2013, Gustavo Henrique é professor do curso de Teatro da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e participou de obras audiovisuais como Marcelo 70 (2022), Ser Velho (2021) e Poesias do Eu (2021). Graduado (UFRJ) e mestre (UFRN) em Artes Cênicas, com um estudo sobre o teatro Bunraku e o filme Dolls, de Takeshi Kitano. Atualmente, o professor também se dedica a uma pesquisa de doutorado sobre as relações do teatro com as mídias digitais. A partir dessa mesma pesquisa, também desenvolve o curta Navegando entre Caixas Pretas, com apoio da Lei Paulo Gustavo, por meio da Secult e da Fundação Cultural de Palmas.