Palmas
21º
Araguaína
22º
Gurupi
20º
Porto Nacional
21º
AÇÃO VOLUNTÁRIA

Araguainenses podem doar roupas e outros itens para moradores em situação de rua

11 janeiro 2024 - 08h15

Com a chegada de um novo ano, é bastante comum criar listas de objetivos e metas. Para 2024, praticar ações voluntárias pode ser mais simples do que parece. Em Araguaína, o Programa Banho Solidário, realizado pela Prefeitura, recebe roupas, sapatos e cobertores, que são doados para beneficiar cerca de 40 pessoas em situação de rua que são atendidos pelo poder público.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram
 
Em 2023, foram entregues 1.562 unidades de roupas e quem deseja contribuir com o programa pode levar a doação até o quiosque do Banho Solidário, localizado na Praça das Bandeiras, e que funciona todos os dias das 8 às 18 horas.
 
A entrega voluntária também pode ser feita na Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação, que fica localizada na Rua Humberto Campos, 508, no Bairro São João, de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas. 
 
Além de vestuário e cobertores, o Banho Solidário oferece um serviço completo para a população em vulnerabilidade social com a entrega de kits de higiene com shampoo, condicionador, escova de dentes, creme dental, sabonete, toalhas limpas, papel higiênico, lâmina de barbear e absorventes íntimos para as mulheres. No quiosque, a equipe multidisciplinar ainda serve alimentação no horário de almoço com a distribuição de marmitas para os assistidos.
 
Suporte que ameniza
 
No ano passado, o Banho Solidário atendeu 9.808 pessoas, mais de 2.600 banhos foram oferecidos, com a entrega de 1.342 de kits higiênicos e a distribuição de 6.888 refeições.
 
“Aqui eles encontram apoio e suporte, e outro fator importante é que, por meio do serviço social, realizamos estudos de caso e diagnosticamos as necessidades de cada um deles. Em seguida, são feitos os encaminhamentos para a rede de serviços públicos municipais. Dessa forma acreditamos amenizar as vulnerabilidades enfrentadas devido à situação de rua”, explica a encarregada do Programa Banho Solidário, Kelly Paula Araújo.