Palmas
21º
Araguaína
23º
Gurupi
21º
Porto Nacional
21º
ARAGUAÍNA

Atendimento Domiciliar da Saúde realizou mais de 13 mil atendimentos em 2023

24 janeiro 2024 - 08h15

Há mais de uma década, Joália Maria Borges, de 62 anos, largou o emprego para cuidar do seu irmão, Félix Doroteu, diagnosticado com deficiência neurológica e úlcera de pressão. Por causa do agravamento das doenças, ele ficou com dificuldades para andar. “As pessoas me aconselham a levar ele para uma casa de apoio, por causa da minha idade, mas eu não tenho coragem pelo amor que sinto por ele”, conta Joália.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram
 
Nos últimos meses, o Félix conta que o suporte recebido semanalmente da Secretaria de Saúde de Araguaína por meio do SAD (Serviço de Atendimento Domiciliar), que tem feito a diferença na rotina e cuidados. “Essa ajuda do pessoal do SAD é muito importante, pois são profissionais excelentes e a gente se apega, principalmente o Félix. Ele fala que a enfermeira tem a mão leve para fazer os curativos”, compartilha a irmã.
 
O SAD atende moradores com dificuldade de locomoção, acamados ou em restrição ao leito e em fase aguda da doença. Em 2023, foram realizados 13.619 atendimentos e mais de 7.700 procedimentos. A frequência dos atendimentos varia entre uma e três vezes por semana, de acordo com o quadro de saúde dos pacientes.
 
Atendimento humanizado
 
Durante a manhã, são priorizados os pacientes que precisam renovar os seus curativos com a atuação da equipe de enfermeiros, que também aferem a pressão e medem a glicemia. No período da tarde, é realizado o atendimento médico domiciliar. O aposentado Francisco Jeremias do Nascimento, de 77 anos, está nesse grupo. No caso dele, os profissionais do SAD acompanham a diabetes, trombose e na troca de curativo para a lesão que ele possui na pele causada pela úlcera de pressão.
 
Para ele, o tratamento é humanizado e o sentimento ao receber a equipe em sua casa é de acolhimento. “Eu sinto como se tivesse uma família, são pessoas jovens, boas, trabalhadoras e fazem tudo certinho direitinho, com muita dedicação”, elogiou Francisco.
 
A equipe multiprofissional é formada por enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos, fisioterapeutas, psicólogos, dentistas, nutricionistas e assistente social. “É uma experiência ótima, eu aprendo muito com os pacientes, levo os exemplos para a vida e me sinto como um membro da família, pois somos bem recebidos e buscamos oferecer o máximo de conforto para eles”, disse a técnica de enfermagem, Helanny de Moura.
 
Investimentos que somam no atendimento
 
Em outubro e dezembro de 2023, por meio de emendas impositivas dos vereadores Matheus Mariano e Abrãao Araújo, o SAD recebeu dois novos carros, aumentando em 70% a capacidade de atender os moradores em suas casas. “Com a chegada dos veículos, nós conseguimos com que os profissionais saíssem para os atendimentos simultaneamente, atendendo um maior número de pessoas. Saímos de 10 pacientes para 17”, informou a coordenadora do serviço, Kamylla Rocha.
 
Como ter acesso ao SAD?
 
A porta de entrada do serviço são as UBS (Unidades Básicas de Saúde) e para ter acesso ao serviço é necessário um encaminhamento médico. Em seguida, a equipe faz uma avaliação e verifica se o usuário se encaixa no programa.
 
“Os critérios são estabelecidos pelo Ministério da Saúde por meio de um sistema de pontuação. No momento da avaliação aplicamos o Instrumento de Elegibilidade, o paciente atinge a pontuação correspondente a AD2 e AD3 e aí ele passa a ser responsabilidade do SAD, que começa a fazer o acompanhamento com a equipe”, finalizou Kamylla.

*Prefeitura de Araguaína