Palmas
31º
Araguaína
31º
Gurupi
31º
Porto Nacional
31º
FERIADO PROLONGADO

Prefeitura de Araguaína decreta ponto facultativo esta semana

06 setembro 2022 - 15h22

Araguaína decreta ponto facultativo nesta sexta-feira, 9, após os feriados nacional e estadual. Nesta quarta-feira, 7 de setembro, é comemorada a Independência do Brasil. Em seguida, 8, é o dia da Padroeira do Tocantins, Nossa Senhora da Natividade. O documento foi publicado no Diário Oficial nº 2.625, da última sexta-feira, 2.

O documento leva em consideração que a sexta-feira intercala entre os feriados e o final de semana. O Decreto nº 142 não se aplica às atividades consideradas essenciais que não podem ser paralisadas ou interrompidas, como UPA (Unidade de Pronto Atendimento), SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), PAI (Pronto Atendimento Infantil) e HMA (Hospital Municipal de Araguaína).

 A vacinação segue o decreto e irá retornar o atendimento normalmente na próxima segunda-feira, 12, em todas as unidades básicas de saúde, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, com exceção das UBS Araguaína Sul, Dr. Francisco Barbosa (Vila Aliança), UBS Couto Magalhães, Nova Araguaína e Manoel Maria, que funcionam em horário ampliado, das 7 às 19 horas. O posto de vacinação em frente à Câmara também atende em horário diferente, das 8 às 18h30 e no sábado das 8 às 13 horas.

Independência do Brasil

O País se tornou independente da Corte Portuguesa em 7 de setembro de 1822, o grito foi proclamado por Dom Pedro I, às margens do Rio Ipiranga, atualmente um riacho localizado em Mogim Mirim (SP). Em 1888, o movimento foi retratado em uma obra de arte, intitulado como “Independência ou Morte” do artista brasileiro Pedro Américo.

Nesse feriado nacional, Araguaína irá celebrar a data por meio de um Desfile Cívico, que será realizado às 7 horas, na Via Lago. Dividido em seis pelotões, a expectativa para o evento é atrair cinco mil pessoas.

Dia da Padroeira do Estado

O Tocantins é o único estado que possui Nossa Senhora da Natividade como padroeira, pois é comum no Brasil três ou mais terem uma mesma padroeira. A imagem dela foi a primeira a chegar na região, trazida pelos padres jesuítas por meio do Rio Tocantins para a Vila de São Luiz, que atualmente é o município de Natividade, uma das cidades mais antigas do Estado, com 288 anos.

Após campanhas dos fiéis, no dia 15 de agosto de 1992, durante a Romaria do Bonfim, Nossa Senhora da Natividade foi instituída oficialmente como a padroeira do Tocantins e também considerada pelo papa João Paulo II a protetora dos tocantinenses.

Com o nome que significa “nascimento”, segundo a história cristã, 8 de setembro é considerado o dia em que a mãe de Jesus nasceu. A celebração da Nossa Senhora da Natividade ocorre nove meses depois da Festa da Imaculada Conceição de Maria, 8 de dezembro; esse intervalo representa para os devotos o período da gestação de Maria no ventre de Santa Ana.