Palmas
30º
Araguaína
30º
Gurupi
28º
Porto Nacional
30º
CIDADE LIMPA

Prefeitura instala novos contêineres de lixo em pontos estratégicos de Araguaína

09 janeiro 2024 - 09h26

Com o objetivo de tornar a cidade cada vez mais limpa e organizada, difundindo junto à comunidade a cultura de hábitos corretos com relação ao cuidado com o meio ambiente e a saúde pública, a Prefeitura de Araguaína começou a implantar novos contêineres móveis em pontos estratégicos da cidade, como praças, avenidas, espaços de lazer e outros locais com maior movimentação de pessoas.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram
 
Nesta primeira etapa, serão 300 lixeiras, mas a previsão é que, dentro de quatro meses, 1.200 unidades sejam distribuídas pela cidade. Entre os desafios da gestão está despertar na comunidade o compromisso com a conservação do equipamento.
 
“É importante que toda a população colabore utilizando adequadamente. Em 2019, foram instalados 650 contêineres, dos quais 645 foram vandalizados no período de quatro meses”, comentou o secretário da Infraestrutura de Araguaína, Frederico Prado.
 
Utilização correta
 
Os contêineres se destinam exclusivamente à acomodação de resíduos domésticos, como orgânicos, papel, plástico, entre outros, sendo proibido neles o descarte de oleosos, resíduos de construção, eletrônicos ou materiais volumosos, considerando que os coletores são de uso coletivo.
 
Com isso, espera-se que as pessoas não joguem mais seu lixo nas ruas ou em terrenos baldios. O lixo descartado em local correto evita a contaminação do ambiente, enchentes e alagamentos. 
 
Os equipamentos são apropriados para receber grande quantidade de lixo, tendo cada um a capacidade para até 1.000 litros. Dessa forma, além de manter os espaços limpos, os contêineres irão otimizar o trabalho das equipes de coleta, que será programada para ser realizada duas vezes por semana.
 
Confira o que pode e o que não pode ser colocado nos contêineres
 
Permitido:

 
Resíduos Domiciliares Urbanos, como restos de alimentos, papeis, plásticos, embalagens, como garrafas pet, frascos de leite, produtos de limpeza, itens de higiene pessoal, entre outros gerados no dia a dia pelo cidadão.
 
Não permitido:
 
Resíduos de Construção Civil: restos de demolição
Resíduos hospitalares: materiais infectantes
Resíduos oleosos: graxas, filtros de óleo, solventes
Resíduos industriais
Resíduos de saneamento
Resíduos eletrônicos e/ou pilhas e baterias
Remédios