Palmas
28º
Araguaína
25º
Gurupi
25º
Porto Nacional
26º
ATENÇÃO!

Quase 6 mil famílias araguainenses podem ter benefícios sociais suspensos

29 dezembro 2023 - 11h21

Famílias de baixa renda, indígenas e quilombolas têm direito a descontos na conta de luz. Mas, para garantir o benefício do programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), do governo federal, é preciso manter o CadÚnico - Cadastro Único para Programas Sociais atualizado. Em Araguaína, 5,6 mil famílias podem procurar o Centro de Referência de Assistência Social mais próximo para atualizar o cadastro e desfrutar do benefício. 

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Ao todo, no Tocantins, mais de 99 mil podem ser beneficiadas pelo programa. “A inclusão no benefício pode ser feita de forma automática, quando o cadastro do cliente está atualizado. Mas, além disso, a Energisa Tocantins faz busca ativa dessas famílias em potencial para receber os descontos. Nosso interesse é alcançar os consumidores que têm esse direito para que possam usufruir do benefício”, explica a coordenadora comercial da Energisa Tocantins, Andrea Albernaz.  

Essa busca é feita a partir de um cruzamento de informações com a base de dados do Governo Federal para identificar clientes que estão dentro dos critérios e que possuem o direito de receber a Tarifa Social. “É importante destacar que, ao atualizar o cadastro e entrar em contato com a Energisa por um dos canais de atendimento, o processo de inclusão no programa pode ser mais rápido”, comenta a coordenadora. 

O benefício é destinado às famílias que possuem renda mensal igual ou inferior a meio salário-mínimo por pessoa, famílias com membros que possuem doenças que requerem o uso contínuo de aparelhos elétricos para tratamento, desde que a renda mensal seja de até três salários-mínimos; famílias indígenas, quilombolas e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).   

Os descontos são proporcionais ao consumo de energia elétrica do imóvel e quanto menor o consumo, maior será o desconto. Para o consumo de até 30 kWh mensais, o desconto é de 65%. De 31 kWh a 100 kWh, 40%; de 101 kWh a 220 kWh, 10%. A partir de 221 kWh o cliente não recebe o desconto.   

Para os clientes quilombolas e indígenas, o cálculo é diferente: até 50 kWh mensais, o desconto é de 100%. De 51 kWh a 100 kWh, 40%; de 101 kWh a 220 kWh, 10% e a partir de 221 kWh, não há desconto.   

Contato com a concessionária 

E não é só para receber o benefício da Tarifa Social que os dados cadastrais precisam ser atualizados. O cadastro com dados atuais do cliente junto à Energisa também proporciona praticidade e acesso a informações. Um exemplo é o recebimento de comunicação quando houver desligamento programado na rede elétrica para melhorias. “O contato com o cliente se torna mais ágil quando os dados estão atualizados. Para isso, basta acessar um dos canais digitais oficiais da Energisa ou ligar para o 0800 721 3330”, explica a coordenadora de atendimento da Energisa Tocantins, Mosângela Oliveira Leal.  

Caso opte pelos canais digitais, o cliente pode utilizar o aplicativo Energisa On (disponível para Android e iOS), a atendente virtual www.gisa.energisa.com.br ou pela Agência Virtual www.energisa.com.br. “Mas, é importante reforçar que os clientes precisam ficar atentos aos canais oficiais da empresa para evitar contratempos”, reitera Mosângela. 

*Ascom