Palmas
26º
Araguaína
24º
Gurupi
23º
Porto Nacional
27º
EM SALVADOR

Funcionários acusam patrões de tatuarem '171' no corpo deles usando ferro quente

27 agosto 2022 - 11h50Por R7 Notícias

Dois homens acusam os ex-patrões deles de agressão e tortura após supostamente terem cometido um furto no trabalho em Salvador (BA). Imagens feitas pelos denunciantes mostram  um dos rapazes sentado seminu e com uma marcação na mão com o número “171”, simbolizando o código do artigo penal que representa o crime de estelionato. 

A “tatuagem” teria sido feita com um ferro quente, de acordo com o Ministério Público do Trabalho da Bahia. Outras imagens mostram a segunda vítima levando pauladas nas mãos.

Marcos e William, os jovens que aparecem nas imagens, acusam os ex-patrões de os atacarem num cômodo reservado da loja em que eles trabalhavam. Os donos da loja teriam deixado intencionalmente R$ 30 em cima de um balcão, com o objetivo de "provar" que os funcionários cometiam furtos ali.

O Ministério Público do Trabalho da Bahia abriu inquérito para apurar a denúncia de tortura.