Palmas
21º
Araguaína
26º
Gurupi
22º
Porto Nacional
22º
MINAS GERAIS

Mulher é presa por stalking após perseguir médico durante 5 anos

11 maio 2024 - 10h27

Uma mulher foi presa pelo crime de 'stalking' contra um médico de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. Ela foi presa na quarta-feira (8) em uma universidade, em Uberlândia, onde cursa nutrição.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 23 anos é investigada em um inquérito pelo crime. A suspeita era considerada foragida desde março de 2023.

A investigação apontou que ela era paciente do médico desde 2019 e o perseguia desde então, desenvolvendo um amor não correspondido por ele. Por conta da perseguição, o médico deixou de atendê-la.

No entanto, após interromper o vínculo com a paciente, as perseguições e ameaças aumentaram, fazendo com o que o médico e a esposa registrassem cerca de 30 boletins de ocorrência por ameaça, perturbação do sossego e trabalho, lesão corporal e extorsão.

Ainda segundo os investigadores, a 'stalker' enviava mensagens e fazia ligações para o médico constantemente, além de perseguir a vítima e a família, afetando-os psicologicamente.

Apesar de todos as ocorrências registradas, o mandado que resultou na prisão dela foi expedido devido pelo crime de roubo. A mulher roubou o telefone da mão da esposa do médico dentro da clínica dele.

Após o episódio, a mulher fugiu, mas continuou com as ameaças e ligações estava foragida desde então.

Antes de ser presa em Uberlândia, a suspeita foi detida em flagrante outras duas vezes, mas foi liberada pela Justiça mediante imposição de medidas cautelares que restringia que ela se aproximasse ou mantivesse contato com as vítimas.

*G1 Globo