Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
NO INTERIOR

Naturatins promove ações educativas

22 novembro 2011 - 08h16

Com o objetivo de levar aos municípios tocantinenses orientações e ainda a implantação de programas ambientais de forma participativa, o Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins, por meio da coordenadoria de Desenvolvimento Socioeconômico, visita nesta semana, entre os dias 21 e 25, os municípios de São Felix, Rio Sono e Filadélfia.

Em São Felix, a equipe reúne-se com parceiros para renovar as ações, metodologias e propostas contempladas no Protocolo de Prevenção e Controle do Uso do Fogo para o ano de 2012. Na ocasião serão levantadas as antigas propostas pelos representantes para renovação do termo de compromisso, e ainda articular a formação de um grupo de monitoramento das ações contempladas no documento firmado entre os participantes.

Em Rio do Sono, a equipe segue com a implantação do Fórum do Lixo e Cidadania. Durante os cinco dias atuará na realização de oficinas sobre sustentabilidade, a 30 famílias beneficiadas pelo programa do Governo Federal “Minha Casa Minha Vida”.

Em Filadélfia, entre os dias 23 e 25, outra equipe da coordenadoria vai dar continuidade ao trabalho de monitoramento do Projeto Interinstitucional do Ministério Público Estadual da agenda municipal proposta e ainda realizar oficina de educação ambiental para elaboração do plano de ação de 2012.

Fórum do Lixo e Cidadania
O Fórum Estadual Lixo & Cidadania do Tocantins tem como propósito articular todas as instituições governamentais, não governamentais, de caráter acadêmico e de representação social necessárias a uma adequada orientação e fortalecimento de ações na área de gestão de resíduos, para que sejam desenvolvidas de forma integrada, descentralizada e participativa.

Protocolo do Fogo
O Protocolo Municipal de Prevenção e Controle do Uso do Fogo, criado em agosto de 2005, é um acordo assinado de maneira voluntária pelos diversos segmentos organizados da sociedade com o propósito de nortear os trabalhos de prevenção à ocorrência de queimadas e incêndios florestais, a partir de ações de mobilização e sensibilização social. O acordo é firmado por dois anos, e sua renovação depende do interesse das entidades envolvidas, mas principalmente do gestor municipal. (Da Ascom Naturatins)

AO VIVO