Palmas
25º
Araguaína
23º
Gurupi
24º
Porto Nacional
25º
TOCANTINS

Ameto e IFTO instalam comissão para tratar da criação de cursos técnicos no setor de mineração

01 julho 2022 - 08h27

A Agência de Mineração do Estado do Tocantins (Ameto) e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) criaram uma comissão técnica para tratar da implantação dos cursos técnicos na área de mineração, com o objetivo de atender as demandas do mercado de trabalho do setor. Nesta quinta-feira, 30, as equipes das duas instituições se reuniram para discussão dos avanços do projeto.

O projeto desenhado pela comissão pretende atender as regiões que têm algum empreendimento de mineração, podendo ser ampliado, posteriormente, para outras localidades. A demanda de cada região tem sido levantada pela Ameto. A comissão analisará quais cursos técnicos serão mais adequados e terão mais chance de empregabilidade no setor, além do formato que melhor alcança os estudantes.

No encontro, o presidente da Ameto, Mauro Mota, mais uma vez reforçou o interesse do Governo do Tocantins com a implantação desses cursos, por entender a importância de investir na formação de profissionais. “O Governo do Tocantins entende que o crescimento econômico deve ser alicerçado na expansão de empregos e na melhoria de vida da população”, afirmou.

O IFTO está posicionado presencialmente em 11 municípios, em todas as regiões do Estado, além de ter mais de 40 polos de educação a distância. O reitor da instituição, Antônio da Luz, também participou da reunião e destacou que o modelo de ensino adotado pela instituição é conectado diretamente com prática. “Não faz sentido para nós termos investimentos que não tenha um impacto direto na sociedade”, declarou.

Participaram do encontro o pró-reitor de Extensão do IFTO, Milton Maciel Flores Junior, o diretor de ensino básico e técnico do IFTO, Saulo Carvalho de Souza Timóteo, além do diretor do campus de Lagoa da Confusão, Jardel Barbosa dos Santos.  Da Ameto, estiveram presentes, o diretor de geologia e mineração, Otton Nunes Pinheiro, o geólogo, Sanclever Peixoto, a engenheira de minas, Luísa Coelho e a também engenheira de minas, Caroline Dourado.