Palmas
24º
Araguaína
23º
Gurupi
24º
Porto Nacional
26º
CAMPANHA

Estado alcança índice de 96,1% de propriedades declaradas com explorações pecuárias

14 dezembro 2023 - 09h15

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), divulgou na tarde dessa terça-feira, 12, o resultado da segunda etapa da campanha de declaração de informações pecuárias realizada entre os dias 1° de novembro e 11 de dezembro. Foram contabilizadas 115.924 declarações de explorações pecuárias, um índice de 96,1%. Já o rebanho de bovídeos (bovinos e bubalinos) chegou a 11.324.395 cabeças.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

De acordo com as informações declaradas pelos produtores rurais, o Tocantins conta com 191.430 suínos; 89.459 ovinos; 9.830 caprinos; 192.408 equídeos e 1.889.710 de aves de subsistência. Já o rebanho de bovídeos, que ultrapassou os 11,3 milhões de cabeças, possui cinco municípios como destaques, sendo eles: Araguaçu, com 487.469 cabeças; seguido por Formoso do Araguaia, com 328.190; em terceiro colocado está Araguaína, com 290.942 bovídeos; Peixe conta com 287.594 cabeças; e Arraias 281.522 bovídeos.

Para o presidente da Adapec, Paulo Lima, os produtores rurais aos poucos estão se adaptando a esta nova fase após o fim da vacinação contra a febre aftosa. “Os produtores rurais tocantinenses sempre foram responsáveis com as obrigações pecuárias e queremos agradecer a todos pela dedicação, pois esta declaração é fundamental para a manutenção dos nossos status sanitários”, afirma o presidente.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Vigilância em Febre Aftosa da Adapec, João Eduardo Pires, explica que o produtor que deixou de fazer a declaração de informações pecuárias na campanha será multado em R$ 127,69 por propriedade, terá a ficha cadastral bloqueada e será impedido de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) até a regularização perante a Agência.

*Secom Tocantins