Palmas
21º
Araguaína
23º
Gurupi
21º
Porto Nacional
23º
OBRAS E INFRAESTRUTURA

Estado mantém equipes trabalhando em trechos de rodovias

19 janeiro 2024 - 09h32

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Transportes, Obras e Infraestrutura (Ageto), esteve com sete frentes de trabalho na região sudeste do estado ao longo desta semana. Dos sete trechos com serviços em andamento, dois foram concluídos e os outros cinco trechos da malha rodoviária estadual encontram-se com os serviços em execução.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Os serviços são desenvolvidos por equipes da Residência Viária de Dianópolis. De acordo com o responsável pela residência, o engenheiro Leandro Araújo, os dois trechos finalizados são da TO-050. No trecho de 105,3 km, ligando Conceição do Tocantins a Arraias, uma equipe executou tapa-buracos; limpeza de meio-fio; e limpeza das pontes nos rios Arraias e Formoso. Enquanto isso, a equipe de roçagem mecanizada concluiu os serviços nos 50,6 km do trecho que liga o Povoado Príncipe a Conceição do Tocantins.

Os outros cinco trechos da malha rodoviária do sudeste do estado encontram-se com os serviços em execução. O trecho da TO-497 do entroncamento da TO-296, da localidade conhecida como Jacaré, até a Destilaria Vale Do Palmas S.A (Depasa) estão sendo realizados patrolamento e eliminação dos pontos críticos, nos 22 km de extensão.

Iniciado na segunda-feira, 15, o serviço no trecho da TO-387, que liga o trevo da TO-050 (Conceição do Tocantins) até o entroncamento da BR-010, equivalente a 44 km,  inclui o patrolamento e o revestimento primário. Outra rodovia que recebe melhorias é a TO-280, de Natividade a Almas, com uma equipe de tapa-buracos nos 76 km.

Também estão em execução os serviços de roçagem mecanizada no trecho da TO-050 que compreende a distância de 34 km, de Conceição do Tocantins ao entroncamento com a BR-242.

E por fim, o sétimo trecho é uma vicinal no município de Paranã na Serra do Mucambo, onde uma equipe da Ageto de Dianópolis realiza patrolamento e eliminação de pontos críticos em 18 km de extensão.