Palmas
29º
Araguaína
31º
Gurupi
31º
Porto Nacional
31º
CONTRA O TEMPO!

Família de músico tocantinense faz vakinha online para arrecadar R$ 100 mil para tratar câncer agressivo

26 julho 2022 - 11h58Por Da Redação

O tocantinense Diego Alves Barbosa (33 anos), levava uma vida saudável e normal quando em novembro de 2021, ele foi a uma consulta dermatológica para examinar um sinal no pescoço que estava inflamado. Após uma biópsia veio o resultado no mês seguinte, indicando que o músico e serigrafista que vive em Gurupi na região Sul do Estado, enfrentaria uma das maiores batalhas da sua vida: um câncer. O tratamento com mais chances de eficácia no seu caso não tem disponível na saúde pública e custa em torno de R$ 100 mil reais. Impossibilitado de trabalhar desde março deste ano e com o alto custo do tratamento, Diego corre contra o tempo e conta agora com o apoio da família e amigos que estão se mobilizando em uma campanha de arrecadação por meio de uma VAKINHA ONLINE.

O diagnóstico

Pai de dois filhos (uma menina de 12 e um menino de 5 anos), a luta de Diego começou em novembro do ano passado, quando ele foi diagnosticado com um câncer de pele (melanoma maligno). “É um câncer muito agressivo e a quimioterapia é apenas paliativa”, explicou o músico em entrevista à nossa reportagem, destacando que no seu caso, o melhor tratamento para esse tipo de câncer é a imunoterapia: “Infelizmente o SUS e o Hospital de Amor não fornece esse tratamento e para receber o mesmo, tenho que entrar com um advogado contra o Estado para receber esses medicamentos e assim iniciar tratamento tendo chances de 20% de cura, 60% de estabilidade ou na pior das hipóteses 20% de não fazer efeito algum”, disse acrescentando: “Estou sem tempo para esperar a justiça, pois ela é muito lenta e preciso de urgência essa medicação”.

Metástase

Em uma nova bateria de exames realizada em maio deste ano, os médicos detectaram que o câncer está se espalhando pelo corpo de Diego, pela corrente sanguínea e com metástase nos ossos, fígado e pulmão e por isso ele precisa fazer exames consultas e cirurgias particulares. “Foi a pior notícia pra mim, não está sendo fácil e peço orações”, disse Diego.

O gurupiense segue internado no Hospital de Amor em Barretos (SP). Devido aos tumores que estão comprimindo sua coluna, ele enfrenta dificuldades para andar e explica os benefícios do dos medicamentos dabrafenibe + trametinibeque do tratamento que custa em torno de R$ 100 mil reais: “Esses remédios podem me ajudar a diminuir não só os tumores nos ossos, mas também no fígado, que pode entrar em falência hepática e meu pulmão. Esse tratamento pode me dar a possibilidade de uma qualidade de vida melhor e assim eu poder voltar para casa”.

Para ajudar Diego Alves, a família criou uma VAKINHA ONLINE que visa arrecadar dinheiro para custear o seu tratamento. Até o momento a mobilização já conseguiu pouco mais de R$ 26 mil reais. “Sou muito grato por cada pessoa que do jeito que pode tem me ajudado nessa luta”, pontuou.