Palmas
31º
Araguaína
34º
Gurupi
34º
Porto Nacional
32º
SALVANDO VIDAS

Mais uma família autoriza doação de múltiplos órgãos no Tocantins

15 dezembro 2023 - 10h12

Nesta quinta-feira, 14, mais uma captação de múltiplos órgãos foi realizada no Hospital-Geral de Palmas (HGP), sendo a 12ª no Tocantins em 2023. A ação foi possível graças à autorização de familiares de um paciente de 28 anos, com diagnóstico de morte encefálica. Na ocasião, foram captados fígado, rins e córneas, que foram encaminhados respectivamente para Espírito Santo, Recife e Tocantins.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

“Esta é a segunda captação de órgãos neste mês de dezembro. Nosso agradecimento às famílias que foram favoráveis à doação. Diversas pessoas aguardam por um transplante e a doação é um ato de amor e empatia ao próximo”, ressaltou a responsável pela Central de Transplante do Tocantins, Suziane Aguiar Crateús Vilela.

Segundo o enfermeiro da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cihdott), Vinicius Gonçalves Boaventura, a autorização da família é de suma importância. “Eles disseram sim à vida, mesmo em um momento de perda, possibilitando uma nova chance de restaurar a saúde de outras pessoas por meio do transplante de órgão. É muito gratificante para nós da equipe, que nos dedicamos incansavelmente a esta missão”, frisou.

Como ser um doador

Para se tornar um doador de órgãos, não é necessário deixar nenhum documento por escrito, porém é fundamental comunicar à família o desejo de doação, pois eles serão os responsáveis por autorizar ou não a doação. Pela legislação brasileira, não há como garantir efetivamente a vontade do doador, no entanto observa-se que, na grande maioria dos casos, quando a família possui conhecimento do desejo de doar do parente falecido, este desejo é respeitado.

Serviço

O Tocantins possui uma Central de Transplantes (Cetto) credenciada pelo Ministério da Saúde desde 2012, que tem como principal função a gestão de todos os processos que envolvem doação e transplante no Estado do Tocantins.

A ação de captação dos órgãos é realizada pelo trabalho conjunto da equipe da Cetto; da Organização de Procura de Órgãos (OPO) e da da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cihdott).

*Secom Tocantins