Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
PEDIDO DE AJUDA

Mãe de família humilde se desespera e chora ao ver sua casa destruída pelo fogo: "Perdemos tudo!"

15 maio 2020 - 10h42Por Redação

Uma casa ficou destruída após um incêndio no assentamento Antônio Moreira em Ananás, na região do Bico do Papagaio. A família, perdeu tudo, ficou desabrigada e precisa de ajuda. 

A humilde casa de palha, era a única moradia de dona Maria da Anunciação Rodrigues (53 anos), que foi surpreendida pelas chamas no início da noite desta quinta-feira (14). A senhora gravou um vídeo que repercutiu em grupos de WhatsApp, onde desesperada ela chora mostrando a casa tomada pelas chamas. "Eu não sei como, eu tava pra grota pescando uma trairinha (sic)", conta dona Maria Corró, como é popularmente conhecida na região. Ela disse que está isolada com a familia à cerca de 2 meses: "Com esse vírus e agora?...eu vou ficar aonde?...porque eu não quero ir pra rua", lamenta. 

(Reprodução Portal O Norte)

No vídeo, a mãe de família diz que na tentativa de apagar o fogo acabou ficando ferida: "Queimei as costas, queimei meu cabelo...", conta pedindo ajuda para reconstruir a casa.

O Portal O Norte conseguiu falar com Hellen Cristina (18 anos), uma das filhas de dona Maria, que contou a situação difícil em que se encontra a família. Segundo a jovem, na casa moravam a mãe, duas filhas, duas netas (de 2 e 6 anos) e um genro e somente ele não estava no local no momento do incêndio. "Ele tava fazendo um serviço em uma fazenda (sic)", disse.

Hellen, a mãe e as netas de dona Maria que viviam na casa. (Fotos Arquivo Pessoal/ Montagem Portal O Norte)

Sobre o incêndio a jovem explica: "A gente tem o costume de ciscar o terreiro e tocar fogo. Como a casa era de palha, eu acho que as faíscas bateram nela e por isso o fogo começou. Quando a gente viu, já tava tomando conta da cozinha e não deu mais pra controlar, perdemos tudo", disse a filha. 

Hellen Cristina conta que a família é muito humilde e vive com uma renda de aproximadamente R$ 600 reais, incluindo o "Bolsa Família". Ela relata que a mãe é viúva há dois anos, quando o pai morreu aos 48 anos vítima de um infarto: "Minha mãe não pode trabalhar porque sofre com um problema de coluna, e meu companheiro faz uns bicos sempre que dá mas há dois meses a gente tá mais aqui na roça onde ele tá tentando fazer umas plantações aqui na chácara pra  não faltar o que comer (sic)", explica. 

A família agora está abrigada temporariamente na casa de parentes em Ananás, mas precisam de ajuda para reconstruir o que tinham: "A gente ainda tá meio perdido. Qualquer ajuda vai ser muito bem vinda nesse momento", pontua.

Os interessados em ajudar de alguma forma a família, podem entrar em contato através do contato: (63) 99246-2481.

AO VIVO