Palmas
28º
Araguaína
28º
Gurupi
30º
Porto Nacional
29º
BEM ESTAR

7 dicas para incentivar crianças e idosos a beberem água

06 setembro 2022 - 09h28Por Meio Norte

Hidratação

A hidratação é fundamental para o bom funcionamento do organismo. É ela que vai prevenir quadros de infecção urinária, ajudar na digestão e no transporte de nutrientes e evitar o ressecamento da pele. Mas, embora pareça simples, nem todo mundo consegue beber água na quantidade necessária todos os dias. Para crianças e idosos, essa rotina pode ser ainda mais complicada.

Como já falamos por aqui, a quantidade de água que uma pessoa precisa ingerir varia de pessoa para pessoa. Um cálculo recomendado pelos especialistas é ingerir 35 ml de água para cada quilo. Dessa forma, uma pessoa que pesa 65 quilos deve tomar aproximadamente 2,27 litros de água por dia, por exemplo. 

Quando falamos sobre hidratação de pessoas idosas, o principal obstáculo é uma mudança biológica no organismo que faz com que sintamos menos sede. Isso porque o processo de envelhecimento também atinge os receptores que nos ajudam a identificar a sede. Como não sente sede, a pessoa consome cada vez menos líquido. 

Veja algumas dicas para incentivar a ingestão de água para crianças e idosos:

Ofereça pequenas quantidades de água

Não espere a pessoa procurar o líquido. Sempre que puder, leve até ela um copo de água. Valorize a frequência, e não exatamente a quantidade.

Aposte em outros líquidos

Embora a água seja a principal fonte de hidratação, também é possível consegui-la através do consumo de sopas, caldos e água de coco. Chás, sucos e vitaminas também podem fazer parte do cardápio, mas com atenção especial para a quantidade de açúcar nesses itens.

Alimentos com alto teor de água

Verduras e legumes também podem auxiliar no consumo de água necessário. Alface, tomate, pepino e chuchu são algumas das opções ricas em líquido. Assim como frutas, mas nesse caso se atentando à quantidade de açúcar presente. 

Estimule o consumo de água durante o dia

Muitos idosos têm incontinência urinária, por exemplo. Isso pode desestimular o consumo de água no período da noite, já que a pessoa sabe que vai precisar se levantar para fazer xixi. Por isso, priorize a oferta de líquidos durante o dia.

Facilite a ingestão

Algumas pessoas podem ter dificuldade para engolir ou movimentos mais limitados. Para facilitar o consumo de água, ofereça-a em um copo mais leve, de tamanho confortável e com um canudo, se necessário.