Palmas
26º
Araguaína
24º
Gurupi
23º
Porto Nacional
27º
REDE SOCIAL

YouTube Shorts cria recurso para evitar conteúdos em plataformas rivais

18 agosto 2022 - 16h33Por Olhar Digital

O YouTube Shorts tem como concorrente direto o TikTok e os Reels do Instagram e Facebook. Para evitar que seus conteúdos sejam replicados nas rivais, a plataforma de vídeos do Google desenvolveu um recurso para colocar marcas d’água nos vídeos publicados na sua rede.

Essa novidade significa que quando os criadores de conteúdo fizerem um vídeo direto pelo YouTube Shorts, eles não poderão baixá-los e colocá-los em outros aplicativos sem que a marca d’água do YouTube esteja presente.

Um dos gerentes da comunidade do YouTube fez uma publicação sobre essa atualização na última quarta-feira (17), em um tópico destinado ao suporte para os usuários e criadores dos vídeos curtos, assim como avisos de atualizações.

“Se você é um criador que faz o download dos seus Shorts pelo YouTube Studio e compartilha em outras plataformas, agora você vai encontrar uma marca d’água dentro do conteúdo baixado. Adicionamos essa marca aos Shorts para que o seu público de outras redes saibam que podem encontrar seus conteúdos pelo YouTube Shorts também. Essa atualização vai chegar nas próximas semanas para os desktops, e planejamos expandir para os celulares nos próximos meses”, disse no post.

Quando os criadores fazem uso da tecnologia de alguma empresa para produzir um vídeo, essa empresa quer receber os créditos como sendo a fonte. O TikTok mesmo já faz uso da marca d’água há anos e é reconhecida como fonte. Dessa forma, qualquer usuário que assistir o conteúdo em outra plataforma sabe onde foi produzido, já que o criador do conteúdo não consegue recortar o vídeo para remover a marca flutuante.

O Reels do Instagram, que segue a mesma ideia de vídeo curto, já foi além quanto às marcas d’água e anunciou que seu algoritmo vai restringir vídeos que tenham a marca de outra plataforma. Com isso, os criadores mais profissionais terão que editar seus conteúdos em aplicativos como Adobe ou outros que não adicionam marcas.