Palmas
31º
Araguaína
33º
Gurupi
31º
Porto Nacional
31º
ANO LETIVO

Aulas da rede Municipal de Ensino de Gurupi iniciam na segunda

20 janeiro 2024 - 09h09

Na próxima segunda-feira, 22, a Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal de Educação, dará início às atividades escolares do ano letivo de 2024 para cerca de 8.500 estudantes, abrangendo desde a educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos. 750 profissionais da educação já estão prontos para recepcionar os alunos nas 27 escolas municipais, sendo 22 na Zona Urbana e 1 na Zona Rural, 1 no setor Industrial e 4 conveniadas.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Para garantir um retorno seguro e eficiente, o Sistema Municipal de Ensino passou por diversas ações preparatórias, incluindo: higienização das escolas, manutenção e troca dos ares-condicionados, aquisição e entrega de materiais pedagógicos, paradidáticos, esportivos e alimentação escolar.

Além disso, os profissionais da educação participaram da Formação Continuada com foco no desenvolvimento de competências socioemocionais, alfabetização/letramento, gestão escolar e pedagógica e as merendeiras receberam capacitação sobre manipulação dos alimentos.

A secretária de Educação Cristina Donato Leandro explicou que toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação estará acompanhando o retorno às aulas. “Tudo foi planejado com muito carinho para que os alunos se sintam acolhidos e seguros neste novo ano letivo. A gestão tem esse zelo com a comunidade educacional, com os nossos alunos e tem essa preocupação de proporcionar um ambiente propício ao aprendizado e ao desenvolvimento”, enfatizou.

Segurança alimentar

 Durante toda essa semana, as merendeiras da Rede Municipal de Ensino receberam capacitação sobre boas práticas na manipulação de alimentos. “Precisamos ter esse cuidado com nossos alunos, para oferecermos a eles uma alimentação saudável e segura, por isso todas as merendeiras receberam treinamento teórico e prático, realizado pelos profissionais nutricionistas da Semeg”, disse a Secretária de Educação.

*Ascom