Palmas
33º
Araguaína
29º
Gurupi
27º
Porto Nacional
28º
EM PALMAS

Boletim registra quase 9 mil casos de dengue e mais de 1 mil de chikungunya este ano

11 julho 2022 - 14h32Por Ascom

O Monitoramento Semanal das Arboviroses da Secretaria Municipal da Saúde (Semus) informa 8.831 casos de dengue e 1.252 de chikungunya, em Palmas, entre 1º de janeiro a 02 de julho deste ano. Os dados também apontam que no período não houve nenhuma confirmação para a zika e a febre amarela. 

A respeito dos casos suspeitos em relação ao mesmo período, os dados do monitoramento mostram que a Capital investiga 19.771 casos suspeitos de dengue, 4.342 de chikungunya, 682 de zika e, ainda, sete casos de febre amarela.  Os dados são parciais e estão sujeitos a alterações.

Sobre a última semana epidemiológica, de 26 de junho a 02 de julho, o monitoramento aponta que foram notificados como suspeitos 408 casos de dengue, 174 casos de chikungunya e 23 de zika. Não há suspeitos para febre amarela. Na semana anterior, de 19 a 25 de junho, a Capital teve 536 casos suspeitos de dengue, 213 de chikungunya e 25 para zika. Assim como na última semana, não houve suspeitas de febre amarela.

A Semus reforça que a população se atente aos cuidados com os quintais e o entorno de suas casas, observando e eliminando qualquer recipiente que possa ser propício para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor das arboviroses analisadas pelo monitoramento.

Ano passado

Em relação ao mesmo período em 2021, a Capital investigava 1.766 casos de dengue, 136 de chikungunya, 120 de zika vírus e quatro de febre amarela, sendo que foram confirmados 756 casos de dengue, 12 de chikungunya e nove de zika vírus. Não houve confirmação para as suspeitas de febre amarela.