Palmas
29º
Araguaína
27º
Gurupi
27º
Porto Nacional
28º
FIQUE ATENTO!

Covid-19: Saúde de Palmas informa sobre os prazos entre doses das vacinas

21 junho 2022 - 11h58Por Prefeitura de Palmas

O Plano Nacional de Imunização (PNI) orienta que deve ser vacinada contra a Covid-19 toda a população acima de cinco anos de idade. Cada público - infantil, adolescente, adulto, grávidas, puérperas, imunossuprimidos - possui um esquema vacinal específico que deve ser seguido adequadamente para garantir a proteção contra a doença. A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) explica quais vacinas estão disponíveis para cada faixa etária e condição especial, bem como os prazos para cada imunizante. 

Janssen

Ao público adulto, na faixa etária de 18 a 49 anos, é liberado o reforço da vacina da Janssen após dois a quatro meses da administração da dose única. O segundo reforço desse imunizante também tem sido administrado no público com idade acima de 50 anos e profissionais da saúde. 

Astrazeneca, Pfizer e Coronavac

No caso da Astrazeneca, Pfizer e Coronavac, o esquema vacinal fica completo com três doses para o público de 18 a 49 anos e com quatro doses para o público com mais de 50 anos e profissionais da saúde. Quanto aos prazos, a Semus orienta que a segunda dose da Pfizer e da Coronavac é aplicada após 21 dias da primeira dose. Já  a segunda dose da Astrazeneca é administrada a partir de 60 dias após a primeira. 

O primeiro reforço dos três imunizantes é feito para o público de 18 a 49 anos após quatro meses da segunda aplicação e pode ser feito com os imunizantes da Janssen, Astrazeneca e Pfizer, a depender da disponibilidade de cada imunobiológico. O segundo reforço é feito com quatro meses e pode ser feito com um dos três imunizantes.

Público infantil 

Para o público infantil - cinco a 11 anos - a Semus informa que o esquema vacinal fica completo com duas doses, conforme preconiza o Ministério da Saúde. A segunda dose é oferecida com o prazo de 28 dias após a aplicação da Coronavac (a mesma para adultos), essa destinada para crianças acima de seis anos, e dois meses após a primeira da Pfizer Pediátrica (tampa laranja), essa voltada para crianças acima de cinco anos.   

Grávidas e puérperas

A Semus reforça que a vacinação contra a Covid-19 em grávidas e puérperas até 45 dias após o parto é realizada com os imunizantes Coronavac e Pfizer.  A segunda dose das vacinas é aplicada após 21 dias da primeira aplicação. O esquema vacinal do público fica completo com apenas um reforço com as vacinas da Pfizer ou Coronavac. Os imunobiológicos da Janssen e Astrazeneca são contraindicados para grávidas e puérperas.

Adolescentes

O público adolescente - 12 a 17 anos, assim como as grávidas e puérperas, fica imunizado com as vacinas da Pfizer e da Coronavac, sendo a segunda dose aplicada após 21 dias. Os prazos entre doses são os mesmos. E também há a necessidade de reforço após quatro meses.

Imunossuprimidos 

As pessoas imunossuprimidas a partir de 12 anos podem tomar as duas doses dos imunizantes da Pfizer, Coronavac, Astrazeneca, conforme os prazos descritos acima. No entanto, o público deve receber uma dose adicional 28 dias após a segunda aplicação. O imunobiológico deve ser o mesmo na primeira, segunda e na dose adicional. 

O primeiro reforço também é destinado ao público quatro meses após a dose adicional e pode ser feito com um dos três imunizantes. O público imunossuprimido que seja profissional da saúde ou tenha mais de 50 anos deve tomar o segundo reforço quatro meses depois da administração do primeiro.

Para o imunossuprimido que tomou a vacina da Janssen não está recomendada a dose adicional do imunizante. O primeiro reforço é aplicado de dois a quatro meses da dose única e deve ser feito apenas com a vacina da Janssen. Já o segundo reforço pode ser feito com Pfizer, Janssen ou Astrazeneca, quatro meses após a última administração.