Palmas
21º
Araguaína
26º
Gurupi
22º
Porto Nacional
22º
EM TOCANTÍNIA

Governo inaugura reforma e ampliação de Escola Estadual Indígena

24 abril 2024 - 11h51

No mês em que se comemora o Dia dos Povos Indígena, o Governo do Tocantins inaugura a reforma da Escola Estadual Indígena Dbatopre. O evento foi realizado nesta terça-feira, 23, na Aldeia Mirassol, em Tocantínia, com a participação da comunidade escolar do povo Xerente.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

As obras contemplam também a ampliação da unidade escolar, incluindo a construção de novas salas de aula e para o setor administrativo, além de cozinha e banheiros. Para a realização das benfeitorias, foram investidos R$ 594.901,89, em recursos do tesouro estadual.

A comunidade Xerente está satisfeita com as melhorias na infraestrutura da unidade escolar. “É uma grande satisfação, a aldeia está muito feliz, juntamente com os líderes de outras aldeias. E a escola está bonita. Todos os alunos estão muito ansiosos para estudar nesse novo ambiente”, relatou o diretor da escola, Valdez Sikrbowe Xerente.

Conforme o superintendente Regional de Educação de Miracema, Jore Carlos Alves, os investimentos nos prédios escolares “possibilitam um ambiente mais confortável para estudantes e servidores e com as condições adequadas para a realização das atividades pedagógicas, o que reflete na qualidade da aprendizagem”.

A Escola Indígena Dbatopre foi fundada há mais de 20 anos e tem 81 estudantes matriculados nos anos iniciais e finais do ensino fundamental, e na Educação de Jovens e Adultos (EJA) 3° segmento.

Além da escola inaugurada estão em execução obras em três unidades de ensino indígenas pertencentes à Superintendência Regional de Educação (SRE) de Miracema e outras 37 obras já foram concluídas. As benfeitorias nas escolas indígenas da Regional somam investimentos de mais de R$ 6 milhões.

Educação Indígena

O Tocantins tem cerca de 14 mil indígenas de nove etnias: Karajá, Xambioá, Javaé, Xerente, Apinajé, Krahô, Krahô-Kanela, Avá-Canoeiro e Pankararu. A rede estadual de ensino oferta ao ensino regular e de jovens e adultos a todos os povos tradicionais do Tocantins. São 97 escolas estaduais indígenas que atendem 6.290 estudantes com currículo escolar bilíngue e adaptado para cada etnia.