Palmas
32º
Araguaína
35º
Gurupi
33º
Porto Nacional
33º
FISCALIZAÇÃO

Operação de Olho no Prazo de Validade apreende mais de 4 mil produtos vencidos

22 agosto 2022 - 16h18

Mais de 4 mil produtos impróprios para o consumo foram retirados das prateleiras de estabelecimentos comerciais em ação do Procon Tocantins. A Operação de Olho no Prazo de Validade ocorreu entre os dias 10 e 19 de agosto nos municípios de Palmas, Gurupi ,  Araguaína, Dianópolis, Porto Nacional, Colinas, Guaraí e Tocantinópolis.

Ao todo, 4.038 produtos com o prazo de validade vencido foram apreendidos, 52 autos de infração foram aplicados e 21 notificações por ausência de preço. A maior apreensão ocorreu em Palmas, Dianópolis, Colinas e Araguaína.  sendo 1.901 produtos apreendidos na Capital, 586 em Dianópolis, 499 em Colinas, 385 em Araguaína.

“Esta é uma operação contínua do Procon Tocantins e tem como objetivo assegurar que os produtos comercializados atendam às exigências sanitárias impostas pelos órgãos competentes, para garantir os direitos e a saúde dos consumidores”, afirma Rafael Pereira Parente, superintendente do Procon Tocantins.

Entre os itens vencidos apreendidos estão bebidas, produtos de limpeza e alimentícios como  farinha, refrigerante, tempero, fermento, queijo ralado, doce, azeitona, coalhada integral, feijão, anilina, açafrão, pimenta, cerveja, refrigerante, iogurte, energético, óleo de banana, biscoito, farinha de trigo,  massa de bolo, milho de pipoca, café, salgadinho, sal, maionese molho para salada, fava, bebida láctea, ketchup, pão de queijo, margarina, limpa vidros, shampoo, condicionador e fraldas; entre outros.

Denuncie

O gerente de fiscalização do órgão de defesa do consumidor, Magno Silva, destaca que o Procon Tocantins a importância dos consumidores denunciarem. “A fiscalização está atenta e temos intensificado nossas ações, mas é fundamental que os consumidores também denunciem”, ressalta Silva.

A denúncia pode ser feita por meio do Disque 151 ou o Whats Denúncia 99216-6840. E para formalizar a reclamação, o consumidor pode entrar no site www.to.gov.br/procon, preencher todos os campos e anexar os documentos solicitados.