Palmas
30º
Araguaína
30º
Gurupi
28º
Porto Nacional
30º
FIQUE ATENTO!

Período chuvoso pode aumentar acidentes com animais peçonhentos

16 novembro 2023 - 07h37

Durante a temporada de chuva pode ocorrer um aumento na aparição de animais peçonhentos nas casas e apartamentos, isso ocorre devido a procura destes animais por abrigos secos, também por causa da urbanização e pela busca por alimento. A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) alerta sobre a importância de evitar acúmulo de lixo ou entulhos nos quintais que possam servir como esconderijo para eles.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Segundo o biólogo da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses, Anderson Brito, um dos motivos que podem contribuir para o aparecimento de escorpiões é a infestação de baratas, animais que servem de alimento para o escorpião. “É importante que o lixo orgânico seja descartado o mais breve possível, para não atrair baratas, outro ponto é sempre realizar uma vistoria nos quintais e limpá-los para não criar lugares propícios”. 

Confira algumas medidas que podem ser utilizadas para prevenir acidentes com animais peçonhentos: 

  • usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem;
  • examinar calçados, roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las;
  • afastar camas das paredes e evitar pendurar roupas fora de armários;
  • não acumular entulhos e materiais de construção;
  • limpar regularmente móveis, cortinas, quadros, cantos de parede;
  • vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés;
  • utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos;
  • manter limpos os locais próximos das casas, jardins, quintais, paióis e celeiros;
  • evitar plantas como trepadeiras e bananeiras junto às casas e manter a grama sempre cortada;
  • limpar terrenos baldios, pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou cercas.

Animais venenosos

Em caso de aparição de um animal peçonhento, o usuário deve entrar em contato com a UVCZ, pelos telefones (63) 3212-7915 / 7918, para que um técnico faça a vistoria e captura do animal. Profissionais da unidade relatam que é extremamente perigoso realizar a captura ou contato com este tipo de animal sem o equipamento adequado. Em caso de picada, mordida ou ferroada, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) deve ser procurada imediatamente.