Palmas
24º
Araguaína
23º
Gurupi
22º
Porto Nacional
26º
DE OLHO!

Procon Palmas realiza pesquisa de preços de alimentos natalinos

16 dezembro 2023 - 10h20

O Natal está se aproximando e o Procon Municipal de Palmas realizou uma pesquisa de preços para ajudar os consumidores da Capital a economizar antes de ir as compras. A pesquisa realizada entre os dia 12 a 15 de dezembro visitou sete estabelecimentos nas diversas regiões da Capital. Foram pesquisados produtos tradicionais como peru, chester, lombo de porco, frango, farofa pronta temperada, frutas secas, nozes, castanha do pará, variedade de bebidas, incluindo vinho e champagne entre outros.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Entre as carnes e aves, o preço mais alto encontrado foi no quilo do chester; o produto está sendo vendido nos estabelecimentos visitados por R$ 44,99, maior valor, e o menor de R$ 23,99, uma variação de 88%. Em compensação, o quilo do frango foi encontrado por R$ 7,99.

Os panetones e chocotones de 400 gramas, apresentaram uma grande variação de preços. Os preços variam de R$ 40,99 a R$ 12,99.

Já as bebidas, o vinho branco suave de 750 ml está com menor preço de R$ 31,90 e maior de R$ 64,99. O vinho tinto suave de 750 ml foi encontrado pelo menor preço de R$ 14,90 e o maior de R$ 34,29. A tradicional champagne está sendo vendida pelo menor preço de R$ 13,99 e maior de R$ 66,49.

A pesquisa aponta ainda que entre às frutas, o quilo da romã foi encontrado por R$ 69,99. Já o quilo da maçã fuji varia entre R$ 7,49 a R$ 19,99. O quilo da manga foi encontrado entre R$ 4,20 a R$ 5,99. A nectarina varia entre R$ 8,99 a R$ 29,99. A uva passa sem semente de 200 gramas foi encontrada pelo menor preço por R$ 6,69 e maior por R$ 19,99.

Segundo o superintendente do Procon Municipal de Palmas, Rafael Dias, para economizar nas compras para a ceia natalina, considere algumas estratégias antes de ir as comprar. Faça uma lista de compras detalhada com os itens necessários, evitando compras impulsivas. Avalie a possibilidade de escolher marcas mais acessíveis, especialmente para itens não essenciais. Aproveite descontos comprando itens não perecíveis antecipadamente. Compre apenas o necessário para evitar desperdícios. Considere receitas que possam reaproveitar ingredientes, reduzindo o custo total isso ajuda a economizar, enfatizou.

*Prefeitura de Palmas