Palmas
24º
Araguaína
23º
Gurupi
23º
Porto Nacional
26º
QUALIFICAÇÃO

Produtores rurais participam de curso de inseminação artificial em bovinos

22 julho 2022 - 08h28Por Ascom

Dez produtores rurais da região do distrito de Taquaruçu, setor São Silvestre e o assentamento Entre Rios, assistidos pelas ações da Prefeitura de Palmas estão participando do curso de inseminação artificial, e visa qualificar os produtores de leite para impactar no aumento da reprodução de inseminação e na melhoria genética dos rebanhos. O curso termina nesta sexta-feira, 22, e teve início na  segunda,18, e  realizado pela Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder), em parceria com o Serviço de Aprendizagem Rural Tocantins (Senar/TO), com carga horária de 40 horas/aulas, com ensinamentos teóricos e práticos.

Na manhã desta quinta, 21, os alunos colocaram em prática as técnicas para o ato de inseminação, realizado na Fazenda Boqueirão do Taquaruçu. A produtora Rural, Larice Pereira Rodrigues, participa pela primeira vez da capacitação e destaca que o aprendizado é fundamental para o aumento da produção. “O curso está sendo bom demais para aprendermos as técnicas. Temos uma pequena propriedade e estamos começando agora. E, se tudo der certo, vamos fazer a inseminação nas nossas próprias vacas, para ampliar a produção de leite’’, ressaltou. 

O responsável em ministrar a qualificação, o médico veterinário e instrutor do Senar/TO, Valcir José Bortoluzzi, lembrou que com a finalização do curso os produtores sairão habilitados para realizarem todo o processo de inseminação, com o conhecimento fisiológico e técnico do sistema reprodutivo das vacas, o uso e manuseio do aplicador, descongelamento do sêmen, dentre outras etapas que fazem parte do processo de reprodução artificial.

“Temos como um dos principais objetivos com essa formação que os produtores melhorem as condições genéticas dos seus rebanhos, em um prazo mais curto. Sendo que durante o processo de inseminação eles podem fazer uso de sêmen de alta qualidade e de diferentes raças, sem ser necessário a utilização dos touros. E tudo isso, com baixo custo beneficio, uma vez que o valor do sêmen é bem mais barato do que manter um reprodutor/touro na propriedade,” ressaltou o instrutor.