Palmas
25º
Araguaína
26º
Gurupi
25º
Porto Nacional
26º
DESENVOLVIMENTO

Programa Cidade Empreendedora é implementado em Gurupi

28 julho 2022 - 16h35

Dentro de uma série de investimentos no desenvolvimento econômico de Gurupi, a Prefeitura ingressou em mais uma ferramenta de ajuda ao crescimento do empresariado local. Na manhã desta quinta-feira,28, a gestão formalizou a adesão ao Programa Cidade Empreendedora, por meio da assinatura de um convênio com o Sebrae.
 
A Prefeita Josi Nunes fez questão de frisar todas as ações que o município tem feito para fomentar a economia local e assim gerar mais empregos. “Já estamos com nosso Parque Agroindustrial lotado, com o incentivo de doação de áreas às empresas que queriam investir na nossa cidade. E essa é mais uma destas ações”, lembrou.
 
Segundo a Prefeita, a parceria com Sebrae irá trazer muitos benefícios. “Contaremos com atuações em cinco secretarias, que vão participar efetivamente do programa. Nós teremos apoio na organização de feiras, com relação ao turismo, à gastronomia entre outras atividades. Ainda teremos cursos de capacitação para os servidores e até cursos para os pequenos empresários que tenham interesse em participar do processo de licitações da Prefeitura. Ao final o objetivo macro é criar negócios e com isso criar empregos e gerar renda,” explicou a Prefeita.
 
O Programa Cidade Empreendedora tem como objetivo fomentar o empreendedorismo e promover a competitividade empresarial, tendo como foco também a transformação econômica dos municípios credenciados.
 
De acordo com Thiago Milhomem, gestor de políticas públicas do Sebrae, a cidade terá muito a ganhar e a oferecer com a parceria. “Gurupi está entrando agora e participará de muitas ações como: capacitações. Vamos trabalhar com compras públicas, o que vai facilitar aos empresários participarem de licitações, vamos fazer eventos de fomento aos negócios, festivais gastronômicos, campeonatos de pesca esportiva. Então vai ter muitas ações em várias secretarias para acelerar o crescimento de Gurupi”, frisou ele.
 
“Este projeto é pensado para o desenvolvimento do município, então são dez temas que nós trabalhamos diferentemente em cada cidade. Sendo por exemplo Market territorial, questões voltadas à assistência social, tudo isso nós trabalhamos pensando no desenvolvimento local, economicamente e ajudando os pequenos negócios sobre aquilo que é empreender. Porque tudo isso, ajuda a mudar a realidade de um município e o que muda é que a economia ficará mais fortalecida ainda”, complementou Paula Alencar, gerente do Sebrae Regional Sul.