Palmas
26º
Araguaína
27º
Gurupi
28º
Porto Nacional
26º
MEIO AMBIENTE

Projeto Foco no Fogo estima ultrapassar 2 mil propriedades rurais visitadas

19 julho 2022 - 11h38

A ação integrada do projeto Foco no Fogo vai visitar, nesta semana, do dia 19 a 21 de julho, propriedades rurais em mais cinco municípios do Tocantins,  entre eles, Pedro Afonso, Guaraí, Colmeia e Couto Magalhães. A estimativa é que as equipes ultrapassem o registro de 2 mil propriedades rurais visitadas, nesta semana. O projeto leva orientações de sensibilização por meio de educação ambiental para prevenção aos riscos das queimadas ilegais e incêndio florestal, durante o período de estiagem no Estado. 

O aplicativo de Registro de Visita de Conscientização e Prevenção de Incêndios Florestais (RECPREV) aponta nesta terça-feira, 19, que a equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e instituições parceiras do Foco no Fogo já registraram 1.896 propriedades rurais visitadas, em 28 municípios, que equivale a 46,66% dos 60 municípios que projeto tem a meta de alcançar, neste ano.

A secretária Executiva da Semarh, Karynne Sotero, fala da expectativa nesta edição do projeto. “As equipes estão dedicadas às ações do Foco do Fogo nos municípios desta edição. Nós entendemos que, apenas o esforço institucional, não basta para reduzirmos os riscos e prejuízos do fogo descontrolado. Neste momento, a conscientização da população, sobre os riscos, prejuízos e a necessidade do comprometimento de todos é essencial, para contribuirmos de forma segura e adequada, com os esforços das equipes brigadistas, que estão preparadas para o enfrentamento dos desafios da fase de combate, no período crítico de estiagem”, resumiu Karynne Sotero. 

A diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, reitera característica do cenário deste ano. “Com o acúmulo da vegetação seca, baixa umidade do ar e fortes ventos, temos um ano propenso a propagação do fogo descontrolado. Além da conscientização é preciso o compromisso de todos para evitarmos os riscos, desastres e prejuízos causados pelas queimadas ilegais e incêndios florestais, tanto ao meio ambiente, sua fauna, flora e recursos naturais; como à qualidade de vida e saúde da população”, enfatiza Erliette Gadotti.

Além da orientação, as equipes distribuem um material educativo com telefones de contatos das instituições e registram no aplicativo RECPREV, dados da propriedade visitada. Já foram percorridas, propriedades rurais nos municípios de Arraias, Aparecida do Rio Negro, Brejinho do Nazaré, Chapada de Areia, Cristalândia, Crixás, Combinado, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Lajeado, Lavandeira, Mateiros, Miracema, Miranorte, Monte  do Carmo, Novo Acordo, Palmas, Paraíso do Tocantins, Paranã, Pium, Ponte Alta do Tocantins, Porto Nacional, Sandolândia, Santa Fé do Araguaia, São Félix do Tocantins, Taguatinga, Taquaruçu e Xambioá.

RECPREV

Com nova versão nesta edição do Foco no Fogo, o aplicativo de Registro de Visita de Conscientização e Prevenção de Incêndios Florestais (RECPREV), desenvolvido pelo Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Gurupi, registra mais detalhes sobre as condições encontradas nas propriedades rurais da rota de visita do projeto, em 2022.

O engenheiro florestal, coordenador da Cemaf e professor da UFT/Gurupi, Marcos Giongo, assegura que os relatórios gerados mantém o sigilo de dados pessoais. “No quinto ano de uso, o RECPREV tem acesso restrito aos técnicos da comitiva do Foco no Fogo e do Comitê do Fogo. O aplicativo soma as propriedades visitadas por municípios, gera mapas das áreas percorridas e a versão atual, registra dados do proprietário, localização da propriedade e cenário encontrado. Os relatórios gerados mantém dados pessoais sob sigilo e as informações da situação encontrada são analisadas, para avaliação dos resultados e definição das rotas da próxima edição”, afirma Marcos Giongo.

O RECPREV foi lançado em 2018 e desenvolvido na plataforma ODK Collect, com um formulário simples. A cada edição, foram inseridos novos campos, para compreender o comportamento do fogo; além da melhoria visual que torna mais fácil o acesso e o uso da ferramenta.

Comitiva Foco no Fogo

As equipes da Semarh e instituições parceiras do projeto Foco no Fogo, integrantes do Comitê do Fogo do Estado do Tocantins, seguem com as ações de conscientização nas propriedades rurais de 60  municípios. 

A comitiva conta com a conjunção de esforços do Corpo de Bombeiros Militar (CBMTO), da Defesa Civil do Tocantins, do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama-Prevfogo), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), do Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran-TO), do Exército Brasileiro e da Energisa Tocantins – Distribuidora de Energia S.A.

O Foco no Fogo foi lançado em 2020, tem o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos e os prejuízos causados pelas queimadas ilegais, bem como pelos incêndios florestais, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde da população.