Palmas
31º
Araguaína
33º
Gurupi
34º
Porto Nacional
31º
FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL

Redes de pesca e animal silvestre são recolhidos durante Operação Piracema

01 fevereiro 2024 - 09h04

Para combater a pesca ilegal durante o período de defeso, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) concluiu nessa segunda-feira, 29, mais uma etapa da Operação Piracema 2023/2024. Iniciada na quinta-feira, 25, a ação resultou na apreensão de 1,8 mil metros de redes de emalhar, além do resgate de um exemplar da fauna silvestre da espécie Pecari tacaju, conhecido popularmente como caititu. O animal foi entregue pela equipe de fiscalização ao Centro de Fauna do Tocantins (Cefau).

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Coordenada pelo fiscal ambiental Antoniel Gouveia, a equipe de fiscalização do Polo de Araguaína atuou nos rios Tocantins, Sono, Araguaia e seus afluentes, abrangendo os municípios de Rio Sono, Pedro Afonso, Couto Magalhães, Juarina, Pau D'Arco e o distrito de Garimpinho.

A operação, realizada tanto em ambiente terrestre quanto aquático, teve como objetivo principal coibir a pesca predatória e o transporte ilegal de pescado. "Para combater a pesca irregular e proteger a fauna aquática, essas ações são realizadas em todo o território tocantinense durante o período da Piracema, conforme previsto na Portaria nº 155/2023", informou o gerente de fiscalização do Naturatins, Cândido José dos Santos Neto.

O gerente reforçou que a iniciativa reafirma o compromisso do Naturatins na proteção dos ecossistemas aquáticos e na promoção da sustentabilidade, contribuindo para a manutenção do equilíbrio ambiental.