Palmas
26º
Araguaína
24º
Gurupi
23º
Porto Nacional
26º
NEFROLOGIA

Região do Bico passa a ter novo atendimento especializado pelo SUS

15 julho 2022 - 08h09

Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) da região do Bico do Papagaio não precisam mais se deslocarem para outras localidades, para diagnósticos e alguns tratamentos em nefrologia.  A partir de quinta-feira, 14, o Hospital Regional de Augustinópolis (HRAUG) conta com médico plantonista na referida especialidade e realizará atendimentos ambulatoriais e de urgência e emergência.

“A disponibilização deste profissional aqui no Hospital Regional de Augustinópolis torna os serviços de saúde da Região Bico do Papagaio, fortalecidos. É a primeira vez que esta especialidade é ofertada nesta região em caráter eletivo, pelo SUS e a nossa programação é realizar 50 consultas por mês”, afirmou a diretora geral do HRAUG, Cristiane Uchoa.

Segundo o titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), Afonso Piva, “Para nós é uma alegria poder levar mais este serviço de saúde à população do Bico do Papagaio. Esta é mais uma ação de fortalecimento das unidades hospitalares do interior do Tocantins e seguimos com chamamento médico aberto, para suprir as necessidades de outras unidades, em muitas outras especialidades”, destacou o gestor.

O senhor Alderico da Silva falou sobre o atendimento recebido no hospital. “Sinto muita felicidade, pois sempre vinha sendo acompanhado longe de casa e já estava com muito receio de ter que ir pra Palmas ou Araguaína, pois já estou com idade avançada e com problema na visão. Muito obrigada ao médico e toda equipe que me atenderam”, disse.

Responsável pelos atendimentos, o médico nefrologista, Eurivam Cirqueira afirmou que “estou emocionado por poder resolver essas demandas aqui na região e evitar que os pacientes tenham que se deslocar para receber seus tratamentos em outras localidades. Ter as condições necessárias para o trabalho faz a diferença”.

Implantação de serviços

No último dia 9, o HRAUG recebeu 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), convencionais adultos e a ampliação do pronto socorro, com oito leitos de sala vermelha e três leitos de sala amarela.

A unidade hospitalar é referência para 24 cidades, com uma população total estimada em 213 mil habitantes.