Palmas
34º
Araguaína
36º
Gurupi
33º
Porto Nacional
33º
PARAÍSO DO TOCANTINS

Secretário reúne equipe técnica para tratar de estratégia contra Varíola dos Macaco

09 agosto 2022 - 16h21Por Ascom

Na tarde desta terça-feira, dia 09, o Secretário Municipal de Saúde, Arllérico André, se reuniu com as equipes de atenção básica, vigilância em saúde e unidade sentinela, para tratar sobre o plano de contingência contra a Varíola dos Macacos (MonkeyPox). Foi estabelecido o fluxograma de atendimento em casos suspeitos do vírus no município.

Segundo o Secretário da pasta, quem apresentar sintomas deve procurar uma Unidade Básica de Saúde, para receber o atendimento e devido encaminhamento: “Hoje nós estabelecemos uma linha de cuidados, nossas unidades básicas de saúde serão a porta de entrada para receber o usuário, bem como a unidade sentinela, que será referência para estar acompanhando esses pacientes suspeitos.”

Ainda segundo o Secretário, no Centro de Atendimento à Covid serão realizadas as coletas, que serão enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen): “Nos próximos dias estaremos reunindo novamente com a equipe médica, enfermeiros e outros profissionais da rede de atenção básica à saúde para alertar sobre os sinais e sintomas da doença, como também apresentar todo esse fluxo de atendimento que foi estabelecido.”

Varíola dos Macacos

É uma doença causada pelo vírus MonkeyPox do gênero Orthopoxvírus e família Poxviridae. Trata-se de uma doença zoonótica viral, cuja transmissão para humanos pode ocorrer por meio do contato com animal ou humano infectado ou com material corporal humano contendo o vírus. 

Segundo a enfermeira e coordenadora de vigilância epidemiológica de Paraíso, Nayara Brandão, o diagnóstico é realizado através da coleta do material das lesões: “O resultado do exame demora cerca de 15 dias, pois a nossa referência é o Lacen, onde é encaminhado à Minas Gerais para análise. A partir do momento que o paciente recebe o diagnóstico suspeito, ele é isolado por 21 dias, e não há um tratamento específico, é tratado o sintoma que o paciente está."

Casos Confirmados

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), são 13 casos suspeitos e 1 caso confirmado de MonkeyPox. Paraíso do Tocantins não possui nenhum caso.