Palmas
21º
Araguaína
23º
Gurupi
21º
Porto Nacional
21º
VEJA A LISTA

Vacina contra dengue será entregue para 14 cidades do Tocantins

26 janeiro 2024 - 08h18

O Ministério da Saúde divulgou a lista de cidades do Tocantins que vão receber a vacina contra a dengue. Ao todo, foram incluídos 14 municípios para a imunização que começa em fevereiro. O Brasil é o primeiro país no mundo a oferecer o imunizante na rede pública.

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

Ao todo, foram incluídos cerca de 500 municípios em 16 estados para receber o imunizante. O Sistema Único de Saúde oferecerá 6,2 milhões de doses ao longo de 2024.

O grupo prioritário para a vacinação será composto por pessoas de 10 a 14 anos. O Ministério considerou os indicadores de que essa faixa etária concentra o maior número de internações pela doença.

Veja a lista das cidades contempladas

  • Aparecida do Rio Negro
  • Fortaleza do Tabocão
  • Lagoa do Tocantins
  • Lajeado
  • Lizarda
  • Miracema do Tocantins
  • Miranorte
  • Novo Acordo
  • Palmas
  • Rio dos Bois
  • Rio Sono
  • Santa Tereza do Tocantins
  • São Félix do Tocantins
  • Tocantínia

Foram incluídos os municípios com mais de 100 mil habitantes e com classificação de alta transmissão de dengue do tipo 2. Além disso, as cidades próximas a esses locais também foram colocados no que o governo chama de "regiões de saúde".

Sobre a vacina

A vacina Qdenga (TAK-003) é um imunizante contra a dengue desenvolvido pelo laboratório japonês Takeda Pharma que contém vírus vivos atenuados da dengue. Por isso, ela induz respostas imunológicas contra os quatro sorotipos do vírus da dengue.

As aplicações serão distribuídas ao longo do ano, de acordo com o calendário de entrega das doses pela fabricante, que deve ser a seguinte: 460 mil doses em fevereiro, 470 mil em março, 1.650 milhão em maio e agosto, 431 mil em setembro, e 421 mil em novembro.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) informou que ainda não recebeu oficialmente a nota técnica do Ministério da Saúde sobre a vacinação e não deu informações sobre o cronograma de imunização.