Palmas
25º
Araguaína
23º
Gurupi
24º
Porto Nacional
25º
VIOLÊNCIA

Até idosa está entre as vítimas agredidas física e psicologicamente

25 agosto 2022 - 12h35Por Da Redação

As mulheres vítimas de violência doméstica são as que mais buscaram atendimento e apoio do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais Violentos do Ministério Público do Tocantins.  

Dos 29 atendimentos, 28 são de mulheres agredidas física e psicologicamente. As vítimas têm de 21 a 82 anos, sendo que o primeiro caso atendido foi o de uma idosa agredida pelo filho, em abril deste ano. 

Criado MPTO em 2022, o núcleo oferta suporte às vítimas de crimes ou atos infracionais violentos, domésticos, sexuais, patrimoniais ou relacionados a abuso policial. 

Conforme o Ministério Público, as vítimas de violência doméstica costumam chegar ao núcleo muito abaladas emocionalmente. Elas são acolhidas por uma equipe multidisciplinar e encaminhadas a uma rede de apoio parceira. 

Esta rede é formada por universidades que participam oferecendo orientação jurídica e assistência psicológica às vítimas, esta última também é disponibilizada pela prefeitura de Palmas.

O Navit funciona na Quadra 202 Norte, na sede do MPTO. O telefone para contato é o (63) 3216-7616 e o horário de atendimento é das 9h às 12h e das 14h às 18h.