Palmas
29º
Araguaína
27º
Gurupi
27º
Porto Nacional
28º
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Esfaqueada pelo marido mulher corre seminua pelas ruas para escapar da morte

04 julho 2022 - 13h54Por G1 Tocantins

Dois casos de violência contra mulher foram registrados entre a noite de sábado (2) e madrugada de domingo (3) na região sul do estado. O primeiro ocorreu em Gurupi, onde um homem foi preso por tentativa de feminicídio após esfaquear a companheira. A vítima correu pela rua apenas de roupas íntimas para escapar de ser morta.

A Polícia Militar foi chamada, por volta das 21h20, depois que a vítima saiu correndo de uma casa no centro da cidade para buscar ajuda após ser esfaqueada.

A mulher de 34 anos contou que havia sido ameaçada de morte várias vezes pelo companheiro de 20 anos. No momento da agressão o homem alegou desconfiar de uma traição e deu dois golpes na companheira, provocando perfurações no braço esquerdo e nas costas.

Ela correu pela rua até que os vizinhos viram a situação e ligaram para a Polícia Militar. A mulher foi encontrada no chão apenas com roupas íntimas e informou que o companheiro havia fugido pelos fundos da casa.

Segundo a polícia, o homem começou a saltar muros até ser cercado e detido atrás de uma pilha de tijolos a uma quadra de distância. Ele foi levado para a central de flagrantes da Polícia Civil, onde foi autuado por tentativa de feminicídio.

A mulher foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital Regional de Gurupi. O médico plantonista informou à polícia que ela não corria risco de morte.

Ameaça com arma

Arma usada por suspeito durante ameaça a mulher — Foto: PM/Divulgação

O segundo caso de violência foi registado na Praia Recanto da Ilha, na zona rural de Formoso do Araguaia, na madrugada deste domingo (3). O suspeito foi preso pela Polícia Militar após ameaçar uma mulher com uma arma de fogo. Durante a abordagem ele chegou a sacar a arma para os militares, mas acabou se rendendo.

O fato aconteceu por volta de 2h45. Uma equipe da PM estava fazendo o policiamento na praia e foi informada sobre uma confusão no estacionamento, onde o homem estaria ameaçando uma mulher.

Ao perceber a chegada da polícia o suspeito sacou uma pistola carregada. Os militares dialogaram e conseguiram fazer ele se render. O homem foi levado para a central de flagrantes de Gurupi, onde foi autuado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.