Palmas
30º
Araguaína
30º
Gurupi
28º
Porto Nacional
27º
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Homem volta a ameaçar ex-esposa de morte e acaba denunciado preso

14 dezembro 2023 - 09h57

Dando continuidade às ações de combate a violência contra a mulher, na manhã desta quarta-feira, 13, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de ação realizada pela 3ª Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM - Araguaína), efetuou o cumprimento de mandado de prisão preventiva, em desfavor de um homem de 32 anos, que é investigado pelo crime de violência doméstica, praticada contra sua ex-companheira. 

SIGA o Portal O Norte nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram

De acordo com a delegada Ana Maria Varjal, a ação foi desencadeada depois que a vítima foi até a Unidade Especializada da PC-TO, informando que seu ex -companheiro estaria descumprindo as medidas protetivas de urgência e ameaçando  matá-la. Com base nas informações, o caso foi levado ao conhecimento da Vara de Combate à Violência Doméstica de Araguaína, que então decretou a prisão preventiva do indivíduo. 

De posse da ordem judicial, uma equipe da 3ª DEAM deu início às diligências e em pouco tempo, localizou o paradeiro do investigado, que estava no Setor Coimbra. Ao ser abordado, o homem não resistiu a prisão e foi conduzido até a sede da 3ª DEAM, onde a autoridade policial formalizou o cumprimento do mandado judicial. 

“Destaca-se que o investigado possui três inquéritos policiais em tramitação por violência doméstica”, ressaltou a delegada Ana Maria Varjal. Em seguida, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado a Unidade Regional de Araguaína, onde aguardará manifestação da Justiça. 

Ao falar sobre mais uma prisão de um indivíduo investigado por praticar violência doméstica em Araguaína, a delegada Ana Maria pontuou que se trata de uma ação de grande relevância, visto que, apesar da existência de medida protetiva, o indivíduo não se intimidou e continuou a fazer reiteradas ameaças de morte à vítima. 

“Nesse caso específico, a pronta atuação da equipe da Polícia Civil, por meio da 3ª DEAM, além de fazer cessar as ameaças, também teve o objetivo de resguardar a integridade física e a vida da vítima, que estava sofrendo um grande terror psicológico promovido pelo ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento e insistia em ter contato com ex-companheira, ignorando as medidas protetivas, o que acabou resultando em sua prisão”, disse a autoridade policial. 

A delegada Sarah Lilian, também da 3ª DEAM, reforça a importância da prisão, vez que em virtude das ameaças, a mulher teve a vida e a rotina alteradas e passou a viver em constante medo e terror psicológico. “A prisão desse indivíduo trouxe um pouco de paz, segurança e tranquilidade para a vítima, que estava sendo ameaçada e, poderia ser mais uma vítima fatal, no contexto da violência doméstica. Por isso, a PC-TO mais uma vez agiu com celeridade e firmeza, efetuando a prisão do investigado que agora deverá responder pelos seus atos, conforme determina a lei”, ressaltou a delegada. 

*SSP-TO