JBS Coronavírus
Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
ARAGUAÍNA

Jovem confessa que emprestava moto para assaltantes roubarem alunos na saída de escolas

30 outubro 2019 - 18h55Por Redação

Dois indivíduos foram presos na tarde desta quarta-feira (30), suspeitos de envolvimento em uma série de assaltos que estavam acontecendo nas imediações de escolas dos bairros Eldorado e Jardim Paulista em Araguaína, Norte do Estado. 

Segundo apurado pela Polícia Militar, os crimes estariam ocorrendo há três dias consecutivos, os alvos dos criminosos eram estudantes e os assaltos sempre ocorriam durante o horário de saída e chegada de alunos nas unidades. 

Imagens dos suspeitos começaram a circular esta manhã pelas redes sociais e através de investigação do serviço de inteligência, a Polícia Militar conseguiu identificar o endereço do proprietário da motocicleta usada pelos ladrões. 

(Divulgação Redes Sociais)

Os policiais deslocaram até a casa onde foram encontrados o dono da moto, Arthur José Machado de Freitas (22 anos) e Frankismar Alves da Mota (19 anos), que já tem passagem pela polícia. Em uma rápida busca, os militares encontraram com os suspeitos, dois celulares de origem duvidosa e um simulacro de arma de fogo. 


Esq. para Dir. - Frankismar da Mota e Arthur de freitas. (Foto: Portal O Norte)

Presos em flagrante, eles negaram a autoria dos crimes, mas Arthur revelou que teria emprestado a moto para outros dois comparsas praticarem os assaltos e indicou um endereço na Rua Félix Filho do setor Tiúba, onde a moto foi encontrada porém, os outros dois suspeitos não foram localizados. 

Segundo a PM, o veículo usado para assaltos não tem registro de furto/roubo. A PM lembrou que nesta mesma residência onde o veíuclo estava, já foi registrada uma ocorrência quando uma mesma moto roubada por duas vezes em datas diferentes, foi encontrada neste endereço. 

Os suspeitos foram conduzidos junto com o veículo apreendido para a Delegacia de Plantão da cidade, para os procedimentos cabíveis. A continuação dos trabalhos de investigação deverão ficar por conta da Polícia Civil. 

AO VIVO